Geral Aces High

Published on outubro 26th, 2016 | by ES1

0

Análise UdK: Revista Aces High

Aces HighFoi tamanha a empolgação quando vi aquele embrulho na ultima remessa da AK Interactive, que quase tive um troço ao ver as revistas Aces High e Tanker ali, prontas para leitura com suas dezenas de páginas recheadas de técnicas e novidades do mais alto nível. O que um modelista iniciante como eu poderia querer mais?

  • Histórico da Aces High

A revista Aces High nasceu com uma proposta semelhante à da Em Escala. Nada de reviews e previews(a Finescale, Military in Scale, e Scale Auto Mag já fazem isso muito bem), o nome do jogo aqui são técnicas, montagens e “pulos-do-gato”. Adicione às matérias técnicas, fotos belíssimas e impactantes e edições temáticas. Aqui temos o que é a Aces High: páginas e páginas para o modelista sorver técnicas e dicas dos maiores modelistas do mundo para a montagem, pintura, detalhamento e, principalmente, envelhecimento para tornar as peças o mais realistas possíveis. Deu tanto certo, que a Aces High(doravante “AH”) já está no número 8 e anda muito bem das pernas pelo o que vi na edição que tenho em mãos!

  • Apresentação

Aces High

Prefácio à Edição do Vietnã

A primeira impressão é muito positiva, pois a capa é bem rígida e as páginas são pintadas com uma tinta diferente da que eu costumo ver em muitas publicações nacionais. Explico: assim como muitas pessoas, eu tenho a pele oleosa, o que faz com que eu deixe minhas digitais por toda a revista, mesmo que eu não pressione uma página e, em casos mais extremos, até acabo tirando um pouco da tinta impressa. Dessa vez não: folheei toda a publicação e mesmo apertando propositadamente muitas páginas, não vi o mesmo efeito. Além disso, a tinta não tinha cheiro forte, o que é muito bom para nós, alérgicos.

Aces HighQuem abrir a revista vai encontrar o leiaute mais comum possível, constando de índice, prefácio, matérias, galeria do leitor, sessão de militaria(Mind the Gap) e destaques da próxima edição. Bem semelhante à Em Escala.

  • Qualidade da publicação

    • Erros de impressão

Francamente, entre todas as mais de 80 páginas de matérias e anúncios, não achei nenhum texto apagado ou desfocado.

    • Fotos

dscf4863Também não posso dizer nada aqui. Todas as fotos são impecáveis.

  • Texto

    • Organização do conteúdo

Aces High

A montagem desse MiG-21 1/48 da Eduard é especialmente interessante, pois mostra da maneira mais crua, como todos estamos sujeitos a erros dos mais bobos aos mais grotescos mas, ainda assim é possível consertá-los adequadamente e conseguir ótimos resultados!

Conforme falei, a revista tem uma seqüência de assuntos bem comum e as matérias são divididas em passo-a-passos com fotos e legendas numeradas. Não dá pra se perder.

    • Capacidade de reter a atenção

Aces High

The Hun… Praticamente 100 passos para montar o diminuto avião de caça da Trumpeter. Aqui o modelista poderia ser mais prolixo.

Em geral, dá para acompanhar as montagens sem nenhum problema. Mas a construção do F-100 1/72 da Trumpeter ficou bem longa e enfadonha de acompanhar. O fato, entretanto, ficou isolado. Então vou pegar leve.

    • Simplicidade gramatical

Aces High

Preparação e montagem passo-a-passo. Pros modelistas, são informações de valor incalculável!

Nada de termos rebuscados. Para quem tiver um conhecimento mediano em espanhol ou inglês a revista não apresentará desafio algum para a leitura.

    • Completude

Aces High

Montagem do F-8 Crusader da Hasegawa na 1/48

Todas as montagens são bem explicadas e não há passos que são pulados.

    • Correção

dscf4866Não achei erro algum a ser citado.

  • Originalidade

    • Publicação original/rara

dscf4870

Processo de pintura com as Xtreme Metal e camuflagem são exaustivamente detalhados!

Assim como a AH, há outras revistas conforme a Model Aircraft Monthly e a própria Em escala que se propõe a destrinchar montagens de miniaturas, dessa maneira não podemos dizer que a publicação é um poço de originalidade. Da mesma forma, falar sobre o Vietnã não é algo incomum de ser visto, dado que é um conflito razoavelmente recente e muito difundido especialmente através do cinema.

  • Extras

    • Presença de ilustrações de referência

Aces High

Não dá para falar do Vietnã e não mencionar o Phantom, né?

Sim, temos uma sessão pequena de referências de ambos os lados do conflito. Um extra muito bem sacado foi o pôster central com uma bela pin-up no convoo de um porta-aviões, sobrevoada por um elemento de Skyraiders.

Aces High

Particularmente adorei a montagem do Phantom, pois foi uma das únicas montagens em que o modelista não ficou refém de sets de resina e photo-etcheds aftermarket. Aqui, todas as melhorias foram feitas na unha, ou melhor dizendo, scratchbuilt!

  • Fontes

Cada matéria é assinada pelos próprios autores.

Conclusão

dscf4871A Aces High é uma publicação estrangeira que está desembarcando no Brasil com um conteúdo relevante, bem extenso e gostoso de ler. Para aqueles que procuram inspiração, técnicas e belas fotos, é uma excepcional pedida.
A Aces High poderá ser adquirida em breve no site da Usina dos Kits(mas já está disponível em nossa tabela na aba de Publicações) e foi provida a nós gentilmente pela AK Interactive para esse review.

Nota:9,1

diamante

Se quiser ter seu material avaliado por nós, ou se desejar sugerir algo para nossa análise, mande um email para contact@usinadoskits.com com o assunto “Análise UdK”.


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,


About the Author

Engenheiro de computação formado na UFES e com diversos cursos na área de redes e tráfego de dados, absolutamente louco por carros, aviões, trens, tanques, caminhões, história e estratégia. É o braço técnico da UdK.



Back to Top ↑