Kits

Published on fevereiro 27th, 2017 | by ES1

0

Lançamentos Ásia(Fevereiro, 2017)

Pulando carnaval na bancada? Enquanto o verniz daquele kit seca, que tal ver as novidades vindas da Ásia esse mês?

  • Aoshima

Estendendo a linha dos caminhões na 1/32 da linha Dekotora está o caminhão Cherry Special Liner, nº44.

Para carregar carros, motos e cargas em geral, eis o reboque Brian James Trailer A4 Transporter 1/24(TUNED PARTS No.SP).

Em dose dupla está o Toyota GT-86 ZN6 1/24: o item Model Car 25 traz a versão 2016 do esportivo e o MODEL CAR No.SP vem com a variante levemente customizada com stance modificado e rodas personalizadas.

O Impul 731S é um sedã full-size nipônico disponível na 1/24 como kit MODEL CAR No.31.

Não é só o GT-86 que ganha uma versão customizada: o Toyota Crown Athlete GRS204 1/24 da preparadora Aimgain vem seguindo a escola dub, com rodas de raio grande, pintura discreta e suspensão rebaixada. Item TUNED CAR No.18.

Também customizada, temos a Honda Odissey após ter passado pelas mãos dos profissionais da D.A.D. TUNED CAR No.17, 1/24.

Quando se fala em Nissan Skyline R32, imediatamente pensamos no cupê GTR pintando em Gunmetal. Mas temos de nos lembrar que a gama de ofertas do R32 era muito mais abrangente, como mostra o GTS-t sedã 1/24(MODEL CAR No.32).

O Nissan Fairlady Z(350Z no resto do mundo) é um daqueles carros que nasceu clássico e hoje, a primeira geração tornou-se um super-esportivo usado acessível em boa parte do mundo. A primeira geração(Z33) desse carro icônico está disponível como kit MODEL CAR No.33 na 1/24.

Mas se o Z33 é muito moderno e você procura algo mais “roots” para a sua prateleira, considere o S30 Aero Custom 1975(MODEL CAR No.30) na 1/24.

Indo para as motos, temos aqui a Suzuki GS400E 1/12 da série BIKE No.28.

Com uma cilindrada bem maior está a Honda CB750F 1981 com peças para montá-la nas versões Bold e 2. Kit 1/12 BIKE No.34.

Saindo dos carros, motos e caminhões, temos lançamentos na área waterline. Na verdade, são duas variantes de kits já existentes: o primeiro é o cruzador Oi da Marinha Imperial em sua última versão operacional(após o refit de agosto de ’43, feito em Surabaya). Kit 1/700, código 4905083-051351.

O outro navio à disposição dos modelistas é o HMS Hermes em sua configuração da Batalha do Ceilão(atual Sri Lanka). Kit 1/700 WATER LINE No.716.

  • Fujimi

Querendo incrementar aquele diorama 1/24? Dê vida à sua oficina/garagem com o set Garage & Tools(4968728115054). Complementando, temos a base da garagem em si como o kit 4968728115047.

Na 1/76, temos a família de tanques pesados Tigre: iniciando com o Tigre I de produção final(Spät) como item SWA5 e o Tigre II com a torre de produção(incorreta, mas popularmente chamado de Henschel Turret) como item SWA9.

  • Hasegawa

O Mitsubishi A6M2-N  ganha um combo na 1/72 com decalques para 3 aparelhos diferentes. Nível 3, 45 peças(cada), item HSGS2220.

A força de destróieres japoneses foi uma ameaça real para os inimigos do Império, com designs dotados de grande velocidade e substancial poder de fogo. O Tipo KOH esteve em serviço por toda a IIGM e é possível com o Type Koh Nowaki “Super Detail” Limited Edition na 1/350, reproduzir os destróieres Nowaki, Tanikaze ou Hamakaze. Item HSGS4094, nível 3, 210 peças.

Quer um MiG-25 que não seja necessariamente da URSS, temos o kit HSGS2221 que traz as opções de decalques para Ucrânia, Argélia e a aeronave voada por Viktor Belenko em sua deserção para o Japão. São 98 peças.

Erich Hartmann é um dos nomes no panteão dos grandes pilotos de caça do mundo, o que é incontestável. E a Hasegawa presta um devido tributo a ele com um kit na 1/48 que vem com duas opções de decalques e uma figura de resina do piloto. São 77 peças, kit HSGS7447.

O diabo de cauda bifurcada também recebe um combo na 1/72 com kits que representam as versões H e J do Lockheed P-38 Lightning. São 63 peças, nível 3, HSGS2225.

Finalizando, o Mitsubishi Galant não é o primeiro nome que vêm à cabeça quando pensamos em rali, mas a versão VR-4 fez bonito em diversas corridas, até mesmo vencendo em Monte Carlo e na Suécia no ano de 1991.  O carro representado pelo kit HSGS0288 traz 114 peças e opções de decalques para os veículos que correram em ambos ralis.

  • Model Factory Hiro

Dando um tempo das Ferraris clássicas, a MFH ataca com a F2007 com a qual os italianos venceriam o título de construtores e renderia a Kimi Raikonnen o campeonato de pilotos. Oferecido em duas versões de decalques(K568 e K569) o kit pode representar o carro de Raikonnen ou de Massa nos GPs do Japão ou do Brasil, respectivamente. Peças em metal, resina, adesivo de madeira para a placa no assoalho do carro e PEs estão entre as dezenas de peças para montar esse bólido. Escala 1/12.

Eu disse que a MFH tinha dado um tempo nas Ferraris clássicas, mas foi um intervalo bem rápido: eis mais uma versão da 250GTO de 1962 na 1/12. Ela não é novidade(falamos dela mês passado) e ganhou duas novas opções de decalque: K565(Tour de France) e K566(24h de Daytona).

  • Tamiya

Além da Aoshima, a Tamiya também está com uma nova oferta de moto da Suzuki, mas dessa vez trata-se da GSX750 de polícia com pneus de vinil de alta qualidade, cabeamento completo do motor e material específico das unidades policiais, como pára-brisa especial, alto-falante e giroflex. Escala 1/12, 14020.

Se é fã de motos de corrida, por outro lado, temos aqui Yamaha YZR500(14001) na 1/12, com as cores usadas na década de ’80 pela Yamaha-Goodyear. Decalques Cartograf inclusos!

  • Dragon/Cyber-Hobby

Aumentando a linha de produtos relacionados às guerras árabe-israelenses, a Dragon põe 2 veículos israelenses que fizeram parte de suas inúmeras campanhas militares ao longo dos anos: o primeiro é o tanque Magach3 equipado com ERA. Uma radical adaptação do M48 Patton, o Magach 3 chega na 1/35 como kit 3578 com diversas alterações em relação ao M48 comum, como a blindagem reativa, as novas posições de metralhadora, novo armazenamento de óleo e outros detalhes mais sutis com as marcas de moldagem em partes da torre e carroceria. As lagartas são de composto DS.

Complementando o Magach está o M3 armado com mísseis antitanque Nord SS-11. Baseado no complexo M3 half-track da Dragon, o kit 3579 vem com diversas peças exclusivas para representar as adaptações feitas no APC clássico para o lançamento dessas armas teleguiadas, além de opções para a suspensão dos modelos inciais/finais de produção, pára-choques alternativos, PEs e lançadores de mísseis posicionáveis. Kit 1/35.

  • Meng

Os russos sempre deram atenção especial aos veículos de engenharia e desde cedo demonstraram profissionalismo nessa área, usando veículos especiais para os mais diversos propósitos. Um deles atualmente no inventário do Exército da Federação da Rússia é o BMR-3M, um T-90 altamente modificado para detecção/detonação de minas e abertura de caminho para unidades blindadas penetrarem em território inimigo. O kit SS-011 tem 1300 peças e características muito interessantes como suspensão e lagartas funcionais, 2 opções de decalque, escotilhas posicionáveis e PEs. Escala 1/35.

  • Trumpeter/Hobbyboss

Após alguns anos, a Trumpeter aumenta a oferta de BTRs na 1/72 com o BTR-70(“late production”, provavelmente é a variante BTR-70V). São 80 peças e pelo menos duas versões de pintura. Item 07138. A versão “early production” também está sendo lançada esse mês como item 07137 na mesma escala do BTR-70V, mas com pouco mais de 70 peças apenas.

Os African Freedom Fighters são um set de figuras de guerrilheiros africanos na 1/35. Cada caixa traz 12 figuras armadas de AK-47s ou de RPG-7s. Item 00438.

Com o desmembramento da URSS em ’91, a Ucrânia ficou com uma boa parte do aparato soviético, não apenas em termos de veículos, mas também em termos de fábricas especializadas. Uma delas foi a antiga Fábrica de Vagões de Kharkov, desde tempos responsável pelo fabricação e manutenção de toda a sorte de veículos blindados para a URSS e pelo Pacto de Varsóvia. Em Kharkov eram produzidos os blindados da família T-80 que passaram a ser a espinha dorsal da força blindada da Ucrânia, ao passo que foram retirados do serviço operacional russo após as crises na Chechênia. Cientes das falhas no desenho do T-80, os ucranianos pegaram o T-80UD como base e fizeram várias modificações na blindagem, construção da torre, sensores e equipamento de contra-medidas. O kit 09511 traz a versão inicial do T-84, com mais de 790 peças, uma grade de PEs, decalques genéricos e lagartas de elos individuais na 1/35.

Puxando briga com as tradicionais Italeri/Tamiya e Zvezda/Revell, a Trumpeter traz o Sukhoi Su-34 na 1/72 com alguns diferenciais na oferta de armamentos: em vez de mísseis R-73; Kh-31 e Kh-29 e bombas KAB-500 da concorrência, temos aqui uma listagem bem mais extensa com mísseis ar-ar R-27R/T/ER/ET, R-77; mísseis ar-solo Kh-58, Kh-59; foguetes R-172; bombas FAB-100 e KAB-1500L/T; tanques sub-alares PTB-3000 e dispensador de munições KMGU-2! Essa fartura de opções se reflete na contagem de peças, que beiram as 550! Há tentos decalques e estêncis, que eles foram divididos em duas folhas e servem para reproduzir dois aparelhos(um com a camuflagem tri-tonal clássica russa e outro com a pintura cinza escuro-azul claro mais nova adotada pela VKS e vista no box-art). Item 01652.

Já a Hobbyboss está trazendo mais uma variante do Merkava na 1/72: o Mk.III LIC(82917) com pouco mais de 50 peças com 2 versões de decalques.

Além do Merkava, na 1/72 também temos o LWS com duas opções de decalque(82919) e pouco mais de 20 peças.

Um dos ícones dos mares é o encouraçado Mikasa que permanece hoje com o recorde de navio de guerra mais antigo passível de visita. O kit 82002 é 1/200, vem com 4 grades de PEs, corrente e âncora de metal, além de outras 930 peças plásticas.  Obviamente traz um belo estande para a exposição e representa a versão operacional em 1902, pouco antes de ser convertido em nau-capitânea da esquadra imperial e de se engajar na Guerra Russo-Japonesa.

Derivado do Su-7/9, o Su-17(nos mercados de exportação era Su-22 e para a OTAN era Fitter), era um caça-bombardeiro de asas com geometria variável usado até hoje por algumas nações. A Hobbyboss lança a versão 1/48 da variante M4 que trazia novos aviônicos, designador laser, sistemas de navegação e RWR atualizados como item 81758. Dentre as cargas, encontram-se casulos de foguetes BL-13 e B-8-M1, foguetes S-24B, bombas FAB-500 e mísseis R-60. Quase 400 peças e ainda PEs vêm nesse kit que entra para desafiar a versão da Kittyhawk.

Não chega a ser uma novidade, pois o ZTZ-99A já fazia parte há tempos do portfólio da HB na 1/35, mas em vez do kit simples de antes, agora ele volta repaginado com lagartas plásticas elo-a-elo e PEs. São 610 peças ao todo para modelistas experientes se deleitarem na montagem (e também na pintura do padrão de camuflagem do padrão digital). Decalques para veículos genéricos do PLA.

  • Academy

Três opções de decalque com folha Cartograf, nível 4, mísseis AIM-9 e AIM-7, bombas Mk-82 e tanque sub-alar, escala 1/48: eis o McDonnell Douglas F-4B/N(12315).

Antes de se unir à Douglas, a McDonnell fabricava diversas aeronaves de design próprio como o F2H-3 Banshee, que foi a última variação mais profunda na linha desse caça que viu serviço entre ’48 e ’62 nos EUA e Canadá. Dentre as alterações entre -2 e o -3 está o aumento do comprimento do avião, redução do tamanho dos tanques nas pontas das asas, reposicionamento das armas e adoção de um radar AN/APG-41, o número de estações para as armas dobrou de 4 para 8 a carga bélica levada aumentou. Esses aviões serviram na Coréia em missões de escolta e suporte aéreo, não se engajando com caças inimigos. O kit 12548 traz o Banshee H-3 na 1/72 com 4 opções de decalque para USN e USMC e 3 opções para a Marinha Canadense. Nível 3.

  • AFV Club

Depois de um tempo(bota tempo nisso) a AFV Club abriu um canal fiável de informações de lançamentos para nós e brindamos você leitor, com um trio de lançamentos para quem curtir os blindados do Royal Army na 1/35: o Valentine  ganha três leituras esse mês! O kit 35185(foto) vem com o Mk.II; já o 35201 traz o Rotatrailer e o Valentine Mk.III; por fim temos o 35178 com o Valentine Mk.I. Em todos os casos, há PEs, suspensão funcional, periscópios com peças transparentes e carregador opcional para a metralhadora anti-aérea.


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


About the Author

Engenheiro de computação formado na UFES e com diversos cursos na área de redes e tráfego de dados, absolutamente louco por carros, aviões, trens, tanques, caminhões, história e estratégia. É o braço técnico da UdK.



Back to Top ↑