Kits

Published on setembro 22nd, 2017 | by ES1

0

Novidades Ásia(Setembro, 2017)

Que tal um FW-190 1/18? E se eu lhe disser que estamos cobrindo 3 novas fábricas a partir desse mês? Então pare tudo e leia nosso post agora!

  • Amusing Hobby(Novo)

A japonesa Amusing Hobby de Okinawa passa a partir desse mês a ser coberta pela Usina dos Kits em nossa seção de novidades mundiais. E começou pondo no mercado o Jagdpanzer E-100(35A017) na escala 1/35. O modelo massivo traz detalhes finos e interessantes, como a escotilha posicionável da torre do canhão de 20mm, mostrando detalhes do interior.

  • Aoshima

A Honda Super Hawk Ltd é o item 1/12 BIKE No.48.

Para um modelo mais urbano de 2 rodas, os japoneses estão disponibilizando a scooter Yamaha Majesty C 2006 como item 1/12 BIKE No.49. De quebra, o modelo traz peças de personalização.

Continuando a linhagem dos Nissan Skyline quadrados dos anos ’80, a geração KHGC211 com a versão Turbo 2000GT-E-S na 1/24(MODEL CAR No.56). O modelo vem com rodas em alumínio e peças para customização.

A Liberty Walk é conhecida por seus super-carros modificados com o que há de melhor na terra do sol nascente e com uma pitada de pura maldade com suspensão rebaixada, rodas de aro grande e tala larga, além dos bodykits largos. A Aoshima presta tributo à preparadora com o Nissan GT-R R35(Ver.1) com o kit 1/24 LIBERTY WARK No.9.

Os ingleses com seus roadsters pequenos e velozes fizeram escola na terra do sol nascente e muitos carros que saem das linhas de montagem espelham-se (à sua moda) à receita britânica de carros esporte, como o Mazda MX5 e o Honda S2000. Mas para quem quiser veículos ainda menores, há keicars como o Honda Beat PP1 1991, customizado pela RS Mach(1/24). Item TUNED CAR No.38.

Já o kit TUNED CAR No.37 vem com o simpático Suzuki Cappucino EA11R com personalização da Mola Sports na escala 1/24.

O Corolla Sprinter Trueno ganha duas versões com carroceria pré-pintada da série 1/24 PRE-PAINTED MODEL No.SP. A partir desse mês será possível adquirir o simpático hatch nas cores branca e vermelha(foto). As demais peças do veículo precisam ser pintadas.

Indo para os mares, temos diversas novidades! O diferente navio de ressuprimento para submarinos IJN Taigei. Como brinde, ele é acompanhado pelo submersível I-8(Classe Junsen Tipo 3). Kits 1/700.

O IJN Musashi de mais de 60 mil toneladas foi o segundo maior encouraçado da história, perdendo apenas para seu irmão Yamato(que havia sido rearmado com mais defesa antiaérea). A Aoshima o traz com casco completo e pedestal transparente na 1/700.

  • Fujimi

Um carro conhecido de nós, numa versão bem incomum: trata-se do Nissan March dos Bombeiros de Yokohama, usado em 2008. Escala 1/24, acompanha giroflex e máscaras de pintura. Item ID257.

O kit ID258 traz o Nissan Skyline com peças para a versão 54A(competição) ou 54B(passeio). Escala 1/24.

Impossível olhar o design do Isuzu Piazza XE e não senti-lo gritar “Anos 80”: faróis escamoteáveis, linhas retas, formato de cunha da carroceria de 2 volumes. O kit ID256 é 1/24 e pode ser montado com os faróis abertos ou não.

O kit FH40 traz o porta-aviões Junyo em sua configuração da Batalha das Marianas e com dotação de aeronaves Zero para convoo. Escala 1/700, full hull.

O combo na 1/700 traz dois contratorpedeiros da Marinha Imperial Japonesa(Yukikaze e Shigure). O Shigure era considerado o navio sortudo da marinha japonesa, pois foi repetidamente atacado durante toda a IIGM sem ser afundado e foi o único contratorpedeiro cujo capitão sobreviveu à toda a Guerra no Pacífico. Entretanto, sua sorte acabou em 10/1/45 quando um torpedo do USS Blackfin o pôs a pique. Mesmo assim, 270 tripulantes se salvaram. Com uma vida ainda mais sortuda, o Yukikaze passou por toda a IIGM(10 batalhas de grande porte e 100 missões de escolta e transporte), sendo dado para Taiwan, onde ficou em serviço até os anos ’60.

O IJN Kagero ganha uma versão na 1/350 para brigar com a Hasegawa. Kit NX4.

  • Hasegawa

Desviado de sua função original(reconhecedor embarcado) por força das circunstâncias, o Nakajima C6N1-S tornou-se, em alguns casos, um caça noturno com canhão oblíquo estilo “Schräge Musik”. Kit 1/48, HSGS7458, 2 opções de decalque, 119 peças e canhões em metal torneado.

Sediado em NAS Atsugi, o VAW-115 “Liberty Bells” é homenageado com um kit 1/72 do Grumman E-2C. São 2 opções de decalques, HSGS5263, 197 peças.

O Curtiss SOC-3 Seagull é representado por um combo com duas versões do aparelho de observação e reconhecimento da USN durante a IIGM, principalmente para ajudar a dirigir o fogo da artilharia naval. Quase substituído pelo Seamew, o SOC-3 acabou servindo por toda a guerra e é representado pela versão embarcada e baseada em terra. Kit 1/72, 82 peças ao todo, 1 opção de decalque para cada aparelho, HSGS2252.

Tempo bom quando as fabricantes disponibilizavam versões ligeiramente avançadas dos carros de corrida para o público. Num mundo de competições onde só vemos bolhas com chassis totalmente modificados é bom relembrar quando havia mais entusiastas que empresários por trás das companhias. Eram eles que punha no portfólio, produtos totalmente insanos como o Delta HF Integrale da Lancia italiana. Ao lado do Toyota Celica ST205, o Lancia dominou o Grupo A do WRC no início dos anos ’90 e ganha uma versão “civil” na 1/24 como HSGS2409, 79 peças.

O Toyota 88C recebe decalques do time de corrida Taka-Q(82 peças, nível 3, HSGS3237).

Com a temperatura subindo no Báltico, Mar Negro, Mar Sul da China e na Península Coreana, a USN trabalha incessantemente com aviões de reconhecimento e ataque contra submarinos como o Boeing P-8 Poseidon, especializado em missões ASW. Kit 1/200, 82 peças, nível 3, 2 opções de decalques, HSGS0822.

O Porsche 944 era uma quebra técnica em relação aos tradicionais 911, com refrigeração a ar: nesse caso, tínhamos um motor turbo de 217hp refrigerado a água na frente. O kit HSGS0315 é 1/24 e vem com a pintura da Blaupunkt usada em ’87. São 111 peças.

Por último, mas não menos legal, temos a BMW E36 320i. Carro de entrada da marca bávara(até o surgimento do Compact), os E36 foram extremamente populares devido ao seu custo-benefício, além de serem muito procurados, na versão com 6 cilindros, para preparação e corridas. Kit HSGS0313, 83 peças.

  • Model Factory Hiro

A Williams FW16 está disponibilizada na 1/43 como kits K535, K536 e K620, pilotados por Ayrton Senna e Damon Hill na infame temporada de 1994. Kit inteiramente em metal, PEs e borracha.

O Porsche 917K ’71 chega na 1/43 em metal, resina e PEs com múltiplas versões: K612(pintura Martini Racing branca vencedora de Le Mans), K613(Gulf Racing, Le Mans e Monza), K614(Martini prata, competiu em Le Mans e Monza), K615(Brands Hatch, Martini Racing prata) e K616(Martini Racing branca, 1000km de Österreichsring).

O novo Ford GT 2017 fez seu debute nas pistas em competições do WEC. A MFH está com o modelo GTE na massiva 1/12(curbside, no entanto) como kit K619 das 24 horas de Le Mans.

Para não deixar os americanos muito confortáveis, Maranello não perdeu tempo e pôs nas pistas a versão racing da sua nova Ferrari 488, a 488GTE na mesma escala 1/12. Mas ao contrário do carro esporte americano, essa vem com motor e duas versões distintas de pintura: K617 e K618, ambas competidoras das 24h de Le Mans.

Por falar em Ferraris, aqui temos a F1 SF70H da temporada desse ano. Com peças em diversas mídias distintas, será lançada em 3 versões: K607(Austrália), K608(Mônaco) e K623(Hungria).

  • Pit Road(novo)

Pra quem acha que a Pit Road só apresenta kits navais, eis o trator sobre esteiras Shi-Ke Tipo98 para 4t na 1/35(kit G42E).

O tanque pesado(para os padrões nipônicos) Tipo92 também aparece na 1/35, trazendo, inclusive a figura do comandante e PEs. Kit G43E.

Com a situação extremamente deteriorada na Península Coreana, cada vez é maior a atenção dos modelistas aos kits que representam as forças militares da região(China, Coréias e Japão). Aproveitando isso, a Pit-Road/Skywave lança o destróier DD-130 (JMSDF Matsuyuki) na 1/700 com casco que pode ser montado completo ou em modo linha d’água, além de decalques para representar outros 6 navios da classe. Pros que não conhecem, o Matsuyuki é o 9º navio da classe de contratorpedeiros da JMSDF pertencentes à classe Hatsuyuki(composta inicialmente de 12 embarcações). Foram os primeiros navios japoneses a incorporarem no design turbinas a gás e um hangar de helicópteros próprio. Kit J79. 

  • Dragon/Cyber-Hobby

O canhão de assalto StuG III ganha a versão Ausf.C/D de 1941 na 1/72, integrando a Série Armor Pro.Moldado com as lagartas, rodas e roletes numa peça apenas, é focado na simplicidade. Kit 7553, com decalques para 2 viaturas.

Assim como o StuG, na 1/72 também aparece o Pz.Kpfw.IV na versão F2, que era o F1 com novo canhão longo de 75mm que equipava os então novos Ausf.G(a diferença mais marcante era o freio de boca do canhão entre essas duas versões). O kit é um molde inteiramente novo e também vem com rodas, roletes e lagartas numa peça só. Com duas opções de decalque, é o kit 7549.

  • Flyhawk(novo)

Esse mês temos o HMS Penelope, um cruzador leve da classe Arethusa que foi usado pela Royal Navy inicialmente na patrulha entre a Islândia e as Ilhas Faroe antes de ser repassado para as Forças Q e K, que operavam no Mediterrâneo até ser afundado pelo U-410 em 1944. O kit FH1109s é 1/700, traz a configuração de 1940 do cruzador, duas grades de PEs, canhões principais em metal torneado e opção de montagem full hull ou water line.

  • Trumpeter/Hobbyboss

O M1117 Guardian substituiu o LAV-150 nas missões de reconhecimento, escolta e patrulha. Enfim a Trumpeter o lança na 1/72 com pouco mais de 30 peças e código 07131.

Na 1/35 temos o diferente Rooikat AFV(09516), que é um blindado 8×8 da Denel sul-africana. Com mais de 260 peças, o kit do blindado traz 3 opções de pintura e 1 grade de PEs.

Com os conflitos que dominaram o Iraque a partir dos anos ’80, é natural que os fabricantes de kit passem a dar atenção crescente às forças militares daquele país. O set 00439 traz 4 figuras de tanquistas iraquianos. São pouco mais de 30 peças, incluindo as armas automáticas dos mesmos na 1/35.

O Aero L-39C Albatros é um dos jatos mais usados do mundo por diversas forças militares e usuários civis ao redor do planeta. Um deles é o Time da Breitling que é representado pelo kit 05804 na 1/48, tem mais de 140 peças, uma grade de photo-etcheds e decalques para 9 aparelhos diferentes do time de demonstração.

Na massiva 1/24, temos o Junkers Ju-87A Sturzkampfflugzeug. Com duas opções de pintura, o aparelho traz PEs, pneus de borracha e mais de 390 peças e código 02420.

O encouraçado USS New York(BB-34) é representado pelo kit 06711 na 1/700. São quase 500 peças, incluindo uma pequena grade de photo-etcheds e pode ser montado como full-hull ou water line.

Eis uma grande novidade(com trocadilhos): a Hobbyboss resolveu que 1/24 é pouco para ela e decidiu lançar o Focke-Wulf FW-190A-5 na 1/18. AO contrário do que se espera, a contagem de peças desse modelo é pequena, com apenas pouco mais de 110 partes, incluindo parafusos e buchas. Mesmo assim, o interior é bem detalhado e as superfícies de controle são posicionáveis e os flapes são móveis. O kit 81802 tem 2 opções de decalques.

O cruzador da Esquadra de Alto-Mar SMS Seydlitz é o lançamento naval do mês, por parte da Hobbyboss. deslocando mais de 3000 toneladas que o seu predecessor, o Moltke, esse cruzador lançado em 1913 tem seu novo kit atendendo pelo código 86510 na 1/350. Com mais de 500 peças, 3 grades de PEs, corrente de âncora metálica e casco inteiriço, certamente será uma adição muito bem vinda para os fãs de naval.

Boa parte do braço logístico do Bundesarmee está depositada nos caminhões da MAN. Com chassi modular e opções 4×4, 6×6 e 8×8, esses veículos podem levar material e intanfaria para qualquer ponto do front e sob quaisquer condições climáticas. A Hobbyboss lança o LKW 5t mil gl na 1/35 com mais de 520 peças. Pneus são de borracha e há PEs como de se esperar no kit 85507.

Os soviéticos/russos costumavam usar bastante veículos de diversas procedências de seu vastíssimo território. O caminhão ucraniano KrAZ-260B é um deles e está aparecendo esse mês rebocando uma carreta 5P85TE com míssil S-300PMU(85511). São 890 peças, PEs e decalques para 5 versões(incluindo Rússia e China).

Nada aqui… 🙁


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


About the Author

Engenheiro de computação formado na UFES e com diversos cursos na área de redes e tráfego de dados, absolutamente louco por carros, aviões, trens, tanques, caminhões, história e estratégia. É o braço técnico da UdK.



Back to Top ↑