Kits

Published on julho 20th, 2018 | by ES1

0

Novidades da Ásia(Julho, 2018)

  • Aoshima

Pra quem for fã de militaria, especialmente na 1/72, a Aoshima traz uma novidade interessantíssima: a carreta de transporte do JGSDF com um carro de combate Tipo10. Acompanha PEs, tem rampas de carga móveis(ou, ao menos, posicionáveis) e tem o código 1/72 MILITARY MODEL KIT No.16.

Conhecido por sua participação nos momentos finais da caçada ao DKM Birsmarck, o HMS Dorsetshire era um cruzador da Classe Norfolk, pertencente à Royal Navy. Dos 7 navios que deveriam ser feitos, apenas 2 foram completados, com o Dorsetshire servindo no Oriente antes da IIGM. Com a eclosão do conflito, serviu na América do Sul e na Europa até o episódio do Bismarck, após o qual, voltou ao Oriente até ser afundado por aero-torpedeiros japoneses perto do Sri Lanka. Escala 1/700, casco linha d’água.

Conhecida por seus trabalhos extravagantes em carros exóticos, a Liberty Works tem  seu Nissan R35 reproduzido na 1/24 como o item 1/24 LIBERTY WALK No.11.

Conhecido no Ocidente pela imagem de “carro de idoso”, nada podia estar mais longe da imagem original que os Toyota Corolla transmitiram nos anos ’70 e ’80. O Levin era um Corolla AE85 com motor 3A-U 1,5l. O kit MODEL CAR No.85 é 1/24, vem com spoiler e máscaras de pintura para os vidros e carroceria.

Por falar em Levin, não podemos deixar de citar o irmão dele com motor 4A-G e faróis escamoteáveis, o Trueno, que vem com o mesmo pacote de extras do seu irmão: rodas especiais, saias e spoilers opcionais e máscaras de pintura na 1/24. Código MODEL CAR No.86.

Outro Toyota muito interessante que é mantido fora do alcance de nós, ocidentais, é o Crown Royal Saloon G(MODEL CAR No.87). O modelo de 1989 é representado por esse kit e, para você que não está familiarizado, esse é o carro que daria combate, no mercado local, às versões topo de linha de marcas como Mercedes, Jaguar, Alfa Romeo e BMW…

O esportivo Mazda RX-7 FC3S 1989 da RE AMEMIYA traz diversas alterações estéticas em relação ao modelo original, como rodas, capô com saídas de ar, faróis de lente(ao contrário dos escamoteáveis) e escapamento alargado. Kit TUNED CAR No.58, 1/24.

A Jenesis(sim, com “J” mesmo) japonesa pegou um Nissan Skyline R30 sapecou rodas e um body kit bem agressivo no coupé e ganha uma representação em escala como sendo o item TUNED CAR No.57, 1/24.

  • Fujimi

O kei car Suzuki Hustler é um crossover compacto que recebe um kit(código NX5) na 1/24, composto de 109 peças e é snap fit!

Muito parecido em design e conceito(pois é derivado do Hustler), o Mazda Flare aparecem em duas opções(NX4 e NX4EX1) na 1/24. 

O conjunto de figuras e itens de interior na 1/24 da Fujimi (GT5) traz 8 figuras, opções de cabeça e itens como sistemas de navegação e telefones para os carros.

O MBT Tipo74 japonês 1/76 recebe uma expansão de sua oferta com a versão Kai G(SWA23). O novo kit traz as peças de conversão do Tipo74 básico e decalques para 4 viaturas diferentes.

Com canos das baterias principais em metal torneado, a Fujimi lança uma interessantíssima representação do super encouraçado japonês na 1/500 como kit EX-1.

  • Hasegawa

Não muito conhecida pelas militarias, a Hasegawa resolve sair do seu quadrado ao lançar o Königstiger 1/35! Com 264 peças e código SP378, ele traz decalques para uma viatura do sSSPzAbt501.

O Nakajima Ki-44 Shoki era um avião interceptador, designado para atacar os bombardeiros da USAAF e RAF na IIGM. A réplica em escala 1/32 do aparelho(08255) traz 161 peças e decalques para um aparelho da Escola de Vôo de Akeno.

O interceptador a jato soviético MiG-25 1/48 com decalques para Ucrânia e Índia é o kit 07471, composto de 170 peças.

Participando da Operação Bodenplatte, em 1945, o FW-190A8/R8 vem dividido em 86 peças e é o item 07470.

Criado para manter a capacidade de comando dos EUA em caso de conflito, o Boeing E-4B recebe uma réplica na 1/200 tem 110 peças e decalques para 3 aviões da USAF. Código 10825.

O Blobeye de WRC foi um dos últimos bólidos da Subaru a ver ação no campeonato mundial de rali e ganha uma reprodução na 1/24 para os carros pilotados por Atkinson e Solberg durante o Rali do Japão de 2005. Item 20353, 94 peças.

  • Model Factory Hiro

Com o detalhamento(e preço) absurdamente alto, a McLaren M26 de Fórmula 1 chega na 1/12 em três variantes distintas: K664(Temporada de ’77, GPs do Japão/Canadá/Inglaterra), 665(’78, GPs da Espanha/França) e 666(’78, GP do Candá). É posível reproduzir os carros pilotados por Hunt, Tambay, Maas ou Giacomelli. Como é de se esperar, o carro traz motor e suspensão altamente detalhados e peças em diversas mídias distintas, como plástico, resina, borracha, PEs e metal.

  • Platz

O kit AE-9 traz o Heinkel He-219 originário da Dragon com o combo de um VW Kübelwagen, ambos na 1/72. São 3 opções de decalcamento para o He-219 e 4 para o Kübel, ao passo que o caça noturno pode ser montado nas versões A0 ou V16 e traz 3 opções de antenas de radar e 2 canopies!

  • Pit Road

O Set Modern US Airforce Vol.1 traz os icônicos bombardeiros pesados B-52G e B-1B(dois de cada, com 3 opções de decoração pro B-52 e 6 para o Lancer) na escala 1/700 como kit S46.

O cruzador da classe Cleveland 1/700(W208) com decalques para reproduzir os navios CL – 55 Cleveland, CL – 56 Colombie, CL – 57 Montpelier, CL – 58 Denver, CL – 60 Santa Fé, CL – 62 Birmingham ou CL – 63 Mobile. Essa é uma modernização do antigo kit da Pitroad, trazendo melhorias no molde e 2 aviões OS2U, além da opção da montagem full-hull ou waterline.

Navios modernos de desembarque não são muito comuns, o que torna esse LST da JMSDF, o Miura, bem especial e interessante para quem monta naval. O kit J83(1/700) vem com possibilidade de ser montado navegando ou em desembarque. Ele ainda vem com 2 opções de decalcamento e 6 tipos diferentes de viaturas.

Com o clima esquentando no Mar do Sul da China, cada vez mais o interesse dos modelistas começa apender para as forças daquelas imediações. O Japão tem investido sistematicamente em inúmeros novos meios submarinos e de superfície como o JMSDF Asahi DDG-118, uma embarcação moderníssima para a arena ASW. O kit J82 traz um SH-60K e pode ser montada com casco inteiriço ou linha d’água.

Um interessantíssimo navio da IJN é o tender Akitsushima, usado para servir de base de operações para hidroaviões como o H6K5 ou o H8K2. Escala 1/700, item W203, casco full hull ou waterline selecionável e acompanha 4 hidroaviões.

O kit W206 traz a versão de 1941 do HMS Queen Elizabeth. Extensamente remodelado em relação à embarcação original, o encouraçado traz peças em PE, casco full hull/waterline e um hidroavião Walrus. Escala 1/700.

O Messerschmitt Me-323 Gigant era um transporte hexa-motor alemão da IIGM que teve quase 200 unidades produzidas até 1945, voando em todos os teatros em que os alemães estiveram presentes. O kit SN20 é 1/144 e vem com decalques para 3 aparelhos distintos, além de ter as portas de carga frontais posicionáveis.

O conjunto Battle of Japan(S37SP, 1/700) traz os principais atores da guerra de defesa aérea das ilhas principais do Japão na IIGM. São 6 B-29, 3 N1K2, 3 J2M, 3 J1N e 3 Ki-45.

  • Studio 27

Após um longo hiato, a Porsche voltou ao campeonato de endurance em grande estilo, com o 919 Hybrid Evo. Além do carro(em resina, PE e metal), o kit FD24016 traz a placa de tempo de volta como bônus.

  • Tamiya

Com a profusão de aviões alemães na 1/48, às vezes falta um pessoal de terra para dar vida aos dioramas. Pensando nisso, os japoneses lançaram esse conjunto de figuras com 5 miniaturas em várias poses, incluindo pintor, guarda, armeiro, piloto e mecânico(todos com vestimentas de inverno). Ainda acompanha um posto de guarda, uma NSU Kettenkrad e acessórios. Item 32412.

O item 35361(1/35) traz o Tipo 16 MCV, um carro de combate 8×8 com arma de 105mm. O kit vem com os dois eixos frontais esterçáveis, duas figuras parciais e decalques para 4 viaturas, além de pneus de borracha.

Com duas opções de decalque e figura parcial do comandante, temos o M4A3E8 Sherman. Ele vem com lagartas T66, suspensão HVSS e ainda há massas metálicas para dar sensação realística de peso!

O MBT francês Leclerc Série-2 1/35 é o kit 35362, voltando ao catálogo da Tamiya(dessa vez com rodas plásticas, em vez das metálicas de quando fez seu debute nessa escala).

Com 4 figuras em pose de descanso, o Tiger I(Spät) 1/35 é o kit 25401. Dentre as várias opções de decalques, estão as do carro de Michael Wittmann.

Ampliando a linha de Tomcats 1/48, agora é a vez da variante D(61118). Além das características interessantísimas do novo molde, esse vem com mísseis AIM-7, AIM-9 e AIM-54; bombas JDAM, GBU-12 e GBU-16, casulos LATIRN, TARPS e de contra-medidas eletrônicas AN/ALQ-167. Máscaras de pintura e decalques para três aparelhos estão inclusas também.

O esportivo Mazda RX-7 FC3S GT-Limited 1/24 traz capô removível, mecânica completa, pneus de borracha e opção de montagem do volante em mão normal, ou inglesa. Kit 24060.

  • Zoukei-Mura

Mais um Phantom II na área! Trata-se do J, usado pelos Fuzileiros Navais dos EUA durante o Vietnã. Como diferencial, é o primeiro F-4 da ZM a trazer os flapes posicionáveis. Ainda vem com uma folha de decalques da Cartograf italiana. Item SWS48-08.

  • Dragon/Cyber-Hobby

O Magach5(M48 com modificações locais dos israelenses) com rolo caça-minas 1/35 é o kit 3618. Ele ainda vem com tijolos de ERA, lagartas DS e correntes de metal.

Na mesma linha, há o M48A5 do US Army, que ainda vem com photoetcheds na 1/35(3611).

O M113 APC adaptado pela IDF na 1/35 é o kit 3608, vindo com interior, mochilas e bolsas em material DS, compartimento de combate completo, PEs, lagartas plásticas NEO em plástico

  • Kittyhawk

O North American FJ-2 Fury 1/48(KH80155) era a versão navalizada do F-86 Sabre.

  • Kinetic

O treinador avançado ítalo-russo Aermacchi M346 Master 1/48(48063). O modelo traz duas opções de canopy, pilones para 7 estações diferentes e decalques para a 4 nações distintas. É o primeiro kit lançado da nova fábrica da Kinetic, que para diferenciar dos modelos anteriores, passa a receber a marca “Kinectic Gold” na caixa.

Mais uma versão do F-16C/D 1/48(48076) na área: desa vez é o caça da Polônia, nas cores da Tigermeet de 2013/4.

  • Meng

Criado a pedido britânico para ser transportável por um C-130 e operardo em territórios difíceis e inóspitos do Afeganistão, o Navistar Husky TSV vem na 1/35 como kit VS-009 e é dividido em 320 peças, além de PEs. O eixo frontal esterça, as portas são posicionáveis, a torreta gira e todo o compartimento de combate é reproduzido.

  • Model Collect

A versão D do B-52 é o kit UA72205 na 1/72 com interior completo, PEs e decalques Cartograf.

  • Riich

O kit RV35038 vem com tropas montadas da Wehrmacht na 1/35. O set traz um par de cavaleiros com suas montarias em posição relaxada.

  • Takom

O M3 CDL era uma variante inglesa que trocava a torre de tiro por um suporte para holofote. Ele poderia, além de iluminar alvos no Canal da Mancha, o sistema poderia receber um sistema de iluminação infra-vermelho. Os americano ficaram tão interessados, que desenvolveram o M3A1 Lee CDL com um sistema semelhante, mas removendo os armamentos(exceto a metralhadora de autodefesa). O kit 2115 traz todas as escotilhas posicionáveis, PEs e lagartas plásticas elo-seção. Escala 1/35.

  • Trumpeter/Hobbyboss

O MBT T-80BV 1/72(07145, 50 peças) chega esse mês. São 4 opções de decalcamento e, seguindo a tendência nova da Trumpeter, rodas e lagartas são montadas juntas.

Após a IGM, vários países do mundo estavam testando designs e idéias para seus carros de combate. No mundo dos veículos multitorre, por exemplo, Inglaterra, Alemanha e URSS tinham desenhos seguindo essa linha. O T-28 com torre cônica na 1/72 é o kit 07151, vindo com carroceria e torres rebitadas(ao contrário as soldadas e das moldadas). Lagartas e rodas montadas conjuntamente e duas opções de pintura são disponibilizadas. Kit formado por aproximadamente 90 peças.

O caminhão pesado 8×8 M1120 HEMTT(01053) é a versão porta-contêiner com guincho de carga-descarga. São mais de 600 peças, incluindo cabeamento, pneus de borracha, PEs e um tubo de metal. 

O T-72B3 é uma evolução dos antigos T-72B para um padrão semelhante ao dos mais caros T-72B2 Rogatka, mas sem o altíssimo custo desses últimos. Os B3 apareceram em 2 lotes, sendo que o primeiro apareceu em combate na Ucrânia e o segundo vem com melhorias significativas como a blindagem de grade, a expansão da cobertura da blindagem reativa, além de novas miras e computadores de missão. É o tanque desse segundo lote que é representado pelo modelo 09561, que traz mais de 1400 peças, 3 grades de PEs, cabo de cobre e decalques para 2 veículos.

O 2S23 Nona SVK é um BTR com torre com um morteiro de 120mm. O kit 09559 é 1/35, composto de mais de 550 peças, cabo de cobre, PEs e pneus de borracha. São duas as opções de pintura e os decalques são genéricos.

Com 3 opções de pintura, mais de 1000 peças, cabo de reboque de cobre e PEs, o kit 09534 representa o 2S19 Msta-M2, provavelmente a última evolução dessa família antes da entrada do 2S35 Koalitsiya-SV. Escala 1/35.

Partindo para o campo dos paper panzer, temos aqui o E-100 na  1/35. Com pouco mais de 250 peças, é uma contagem muito pequena para os padrões Trumpeter. Mesmo assim, trata-se de uma viatura interessante por causa da flexibilidade de representação que ela dá ao modelista. O kit 09543 vem com PEs, lagartas de borracha e decalques genéricos.

Chega de falar dessas escala pequenininhas: agora é militaria 1/16! E, para tanto, a Trumpeter fornece o M1A2 SEP com mais de 1000 peças e o kit  00927 vem com parafusos, pneus de borracha, PEs, e lagartas elo-a-elo. Duas opções para a representação final do veículo. Curiosidade para quem tem, o programa SEP foi desenvolvido para substituir os M1A2 padrão nas forças armadas dos EUA, além de servir de base para o upgrade das versões mais antigas, como os M1, M1A1 e M1A2. Esse pacote consiste de nova blindagem, melhorias nos computadores de missão e datalink e um motor ligeiramente modificado, com capacidade multi-combustível.

Ainda na superfície, mas dessa vez, da água, temos duas novidades: o USS Kitty Hawk(CV-63, classe homônima) na 1/700, composto de mais de 600 peças, incluindo PEs e uma ala aérea composta de aviões E2C, EA-6B e F-18F, além de helicópteros SH-60. Casco waterline, item 06714.

Também um navio-aeródromo, mas alemão, o DKM Peter Strasse seria o irmão do Graf Zeppelin. O kit 1/700 06710 vem com aviões Fi-167, Ju-87, Me-109 e Ar-195. São quase 400 peças, incluindo PEs. O casco é inteiriço e vem com estande.

Falando em navios-aeródromos, a aviação naval ganha um representante na 1/48: o Fairey Albacore. São pouco mais e 120 peças, 3 opções de pintura, superfícies de comando destacadas, um torpedo e 2 bombas. Item 06880.

Fechando a Trumpeter, temos o Junkers Ju-87D5 1/24(02424). O kit vem com PEs, pneus de borracha, duas opções de pintura, bombas e casulo de canhão sob as asas.

Para os iniciantes, a Hobbyboss entrega o kit 85808 com o P-51D Mustang Easy Assembly na 1/48, composto de pouco mais de 40 peças e duas opções de pintura.

Se você acompanha nossas matérias de novidades, já conhece o MBV-2 soviético(85516, 1/35). Esse kit vem com PEs e base de trilhos para sua representação apropriada.

Fechando, temos a artilharia móvel de foguetes 9K79 Tochka, que era um míssil balístico de médio alcance, que veio substituir os Luna nos anos ’60 até que está começando a ser sistematicamente substituído pelos Iskander. São 6 opções de pintura para o kit 85509, interior detalhado, PEs, pneus de borracha e um cabo de cobre.

Nada aqui… 🙁


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


About the Author

Engenheiro de computação formado na UFES e com diversos cursos na área de redes e tráfego de dados, absolutamente louco por carros, aviões, trens, tanques, caminhões, história e estratégia. É o braço técnico da UdK.



Back to Top ↑