Kits

Published on junho 9th, 2017 | by ES1

0

Novidades da Europa(Junho, 2017)

Compensando a frugalidade excessiva de lançamentos americanos, vamos à bem-vinda enxurrada de novos kits que estão chegando da Europa!

  • Airfix

Com duas lindas opções de pintura, o Royal Aricraft Factory BE2c Scout foi um avião idealizado para voos de reconhecimento, dando grande contribuição à causa da Tríplice Entente. O kit A02104 tem 54 peças, é 1/72 e pode representar 2 aparelhos ingleses.

O Zerstörer está de volta na versão C4: o Messerschmitt Me-110(A030380A) vem na 1/72 com decalques para a Luftwaffe e Regia Aeronautica!

Os Quickbuild idealizados para crianças e iniciantes ganharam 3 reforços para junho: a McLaren P1(J6021), Bugatti Veyron(J6020, foto) e Lamborghini Aventador(J6019). Não perca essa chance de viciar seus filhos nesse hobby.

  • Italeri

Um dos leviatãs dos mares é a classe Nimitz de navios-aeródromos operados exclusivamente pela US Navy e agendados para serem sucedidos pela classe Ford num futuro de médio prazo. Enquanto isso não ocorre, cabe a navios como o USS Carl Vinson(CVN-70) consolidar os interesses estadunidenses ao redor do mundo. O kit 5506 traz uma versão full-hull do navio com uma boa lista de aeronaves: SH-60, SH-3, A-6, E-2, F/A-18 e, claro, F-14.

Não param de surgir novas versões de caminhões na linha dos italianos: agora é a vez da Scania R730 “Chimera”. De modo algum, esse é um kit para iniciantes(nível 5), vindo com decalques, adesivos metálicos, pneus de borracha e plástico em múltiplas cores. Escala 1/24, 3930.

Com novas lagartas de borracha, photo-etcheds e decalques para 3 viaturas diferentes, o caça-tanques ianque M36B2 está disponível na 1/35 com kit 5538(nível 4).

A “factory scale” 1/56 é agraciada com mais um lançamento: o IS-2 Mod.1944. O tanque soviético surgiu da necessidade de combater os Tigres e Panteras de maneira mais efetiva, com um tanque pesado, sendo complementado pelo T-34/85. Inteiramente novo, o IS foi criado quando as idéias para aprimorar o chassi dos tanques KV começaram a render designs muito caros, obsoletos, pesados ou sem grande escalabilidade de produção. Armado com um canhão de 122mm, podia lidar com praticamente todos os blindados alemães que encontrasse. Pode ser pintado e decalcado como soviético(4 opções) ou polonês(1 opção de decalque). Nível 2.

A aviação moderna recebe o BAe Harrier GR.Mk.3 na 1/72. Em homenagem ao conflito pelas Falklands, o avião de ataque V/STOL terá uma super folha de decalques para nada menos que 6 aviões diferentes(mas com a mesma camuflagem envolvente verde-cinza). De cargas, temos tanques, bombas burras e mísseis sidwinder. Canopy posicionável e bocais do motor Pegasus também. Nível 3, 1401.

Suíça, Grã-Bretanha e Bélgica. Esses são os países cuja folha de decalques do kit 2772 na 1/48 permite representar. Além da versão “operacional” da RAF, é possível fazer os aviões acrobáticos da Luchtmacht(Les Diables Rouges), os suíços(Patrouille Suisse) ou da RAF(os Black Arrows e os Blue Diamonds). O Hawker Hunter F.6/FGA.9 ainta vem com tanques de combustível, bombas de queda livre e foguetes!

  • Revell

Eternizado pela série de detetives Starsky & Hutch(incluindo um remake  com Ben Stiller e Owen Wilson), o Ford Torino é muito mais do que uma estrela de filme: esse Ford full size está disponível na 1/24 como kit 07038(88 peças, nível 4). Espere um interior bem detalhado, bem como um gigante motor de 5,8 litros. Há peças para convertê-lo na viatura do filme, mas você poderá montá-lo sem elas se desejar.

Ainda sobre rodas, a Chevrolet ganha uma representação com o Corvette C1 1958 Roadster na 1/24. Além de um motor V8 Small Block, há uma capota rígida retrátil e placas de 9 países diferentes. Nível 4, 137 peças, 07037.

Embora o mais conhecido canhão de assalto alemão na IIGM tenha sido o StuG III, o chassi do Pz.Kpfw.IV também teve a mesma superestrutura montada em sua parte superior no lugar da torre, dando origem ao StuG IV. Esse veículo chega em junho na 1/35 com lagartas de vinil, Schürtzen, 2 opções de decalque e um fuzileiro. Item 03255, nível 4, 293 peças.

  • Tameo

O Alfa Romeo 179 estreou na Fórmula 1 em 1979 e foi constantemente alterado para as diversas temporadas seguintes até 1982. Equipado tanto com um motor boxer de 12 cilindros, quanto um V8, o carro conseguiu resultados modestos em sua carreira, faturando 19 pontos em 62 corridas disputadas. Kit em metal, PEs, borracha e alumínio, 1/43 e decalques para o GP de Mônaco. Item SLK104.

  • Brengun/Hauler

Novidades tchecas no mês de junho fervilham nessas empresas-irmãs! Na 1/144 só, são 3 kits em resina: acima, temos o German Staffcar(Stabswagen) Hardtop. São dois kits inteiros com PEs atendendo pelo código BRS144034.

Assim como o Staff Car, temos o combo de jipes Willys MB na 1/144. BRS144033.

Após lançar o avião-foguete Bachem Natter, agora é possível representá-lo em posição de transporte ou lançamento com sua rampa/trailer na 1/144(BRS144032).

Por falar em aviões-foguete, praticamente todas as nações desenvolveram soluções nessa área. O Japão chocou o mundo com os seus Yokosuka MXY-7 Ohka Tipo 22 que em suma eram aviões suicidas de altíssima velocidade. Além do avião, há o trailer. Kit 1/48, BRP48002, em plástico.

Ao final da IIGM, a Luftwaffe precisava desesperadamente de pilotos eficientes. Como as frentes Ocidental, Oriental e Italiana tinham praticamente exterminado a elite dos caçadores alemães, os últimos designs eram tais que além do desempenho, facilidade de produção e armamento, mais um parâmetro era levado em consideração: a facilidade de aprendizado e vôo. Com isso em mente, aviões como o Heinkel He-162 Volksjäger foram criados e a variante de enflechamento negativo das asas”D” ganhou um kit na 1/144(BRP144005). Ao contrário dos 3 kits já falados que são em resina, esse é em plástico.

Já falamos do Letov S-16 nas edições anteriores das Novidades da Europa. Agora você pode adquiri-lo nas cores da Luftwaffe ou do contingente eslovaco do Eixo. Kit inteiramente em plástico, 1/72.

Na escala HO, a Hauler apresenta a moto Indian FOUR 1940 com sidecar. Além de resina, o kit HLR87189 vem com PEs.

Para transportar cargas extremamente pesadas, os alemães contavam com o gênio de Johann Culemeyer que era responsável pela fiscalização e criação de projetos de trailers e vagões rodoviários e ferroviários. Um dos modelos criados foi o para suportar 40 toneladas(foto) e está disponível na escala 1/48 sob o código HLS48017.

A artilharia alemã é lembrada pela Hauler com o obuseiro pesado sFH18 que pode ser montado em posição de transporte ou de disparo, de acordo com a conveniência do modelista. HLP72019, 1/72.

O trator Lanz Bulldog 30HP é ideal para quem quer fazer dioramas do interior europeu durante a IIGM. Kit HLP72018, em resina.

  • Eduard

A série Weekend ganha mais um Gustav-6: trata-se do Me-109G6 MTT Regensburg 1/48(84143). Opções de decalsques para um aparelho do 7/JG27 e 9/JG3.

O kit 70126 traz o Supermarine Spitfire Mk.XVI na 1/72 da série Profipack. São 5 aviões que podem ser representados através dos decalques, PEs e máscaras de pintura inclusas.

O Zerstörer ganha um kit da versão F na 1/48 com o kit 8207 da série Profipack. O avião pode ser montado com foguetes, tanques subalares e antenas para radar de caça-noturna, além de PEs e máscaras de pintura. Cinco aparelhos podem ser representados e ainda há uma figura de um cachorrinho Dachshund de brinde!

A LFG produziu um dos melhores aviões de reconhecimento alemães da IGM: tratava-se do Roland C.II, usado também como avião de escolta a partir de 1916. O kit 8043 é um Profipack, então espere os refinamentos de sempre como PEs e máscares de pintura. Decalques de 4 aparelhos distintos.

  • IBG

Declarando “guerra” aos compatriotas da Mirage, a IBG lançou o PZL-23A Karas(1/72), usado como avião de bombardeio monomotor no início da IIGM. Kit 72505.

Um aprimoramento do Karas foi o PZL-42 de dupla deriva também fornecido na 1/72 com o código 72509.

Nem só de StuGs e Semoventes vivia o Eixo: conheçam o 40/43M Zriniy. Montado pelos húngaros que viram o sucesso dos canhões autopropelidos alemães e italianos, foi pego um chassi de tanque Turán e inicialmente adaptada uma arma de 75mm. Os resultados insatisfatórios levaram a um upgrade nas armas, com a adoção de um obuseiro de 105mm. Esse interessante e raro veículo viu serviço pelas mãos de seus criadores, dos romenos e dos soviéticos. Kit 1/72, 72051.

Por falar em Turán, olha ele aí em cima! Desenvolvido inicialmente como Skoda S.IIc pelos tchecoslovacos, o protótipo desse blindado foi terminado após a anexação do país pelos alemães e renomeado como T-21 e repassado aos húngaros, juntos de seu sucessor, o T-22. Alterado em termos de armamento e blindagem, o 40M Turán foi posto em combate contra os soviéticos que não tinha problema algum em enfrentar um tanque com arma de 40mm e blindagem de 50mm com seus T-34. Assim sendo, novas versões foram encomendadas, como o 43M Turán II(arma de 75mm de cano curto, visto no fundo do box art) e o Turán III (com canhão KwK40 de 75mm). O kit 72047 trata da versão inicial do Turan, a 40M, na 1/72.

O último lançamento da IBG é o tanquete Tipo94 com trailer na 1/72(72045). Esses veículos, também conhecidos como TK, eram muito usados como reboques e como carros de reconhecimento.

  • KP Models

Frogfoot em dose dupla. A série Premium da fabricante tcheca traz o Sukhoi Su-25UTG na 1/48 com peças extras em PU, photoetcheds e decalques para representar 4 aparelhos. KPM4801.

Da mesma série, na 1/48, temos o Su-25UBK, KPM4802.

  • Mirage

Overdose de panzers vindos da Polônia! Esse mês temos o Pz.Kpfw.IV em 4 variantes: Ausf.D “Blitzkrieg no Oeste”(72854, foto, 3 opções de viaturas), Ausf.B “21.Pz.Div.”(728056, 1 opção de decalque),  Ausf.C “Normandia, 1944″(728053), Ausf.D “Tropenpanzer”(DAK, 72856), Ausf.E “França, 1940″(72863, 2 opções de decalque) e Ausf. E “Barbarossa”(728055, 2 opções de decalque).

O PZL P.11c recebeu uma versão premium com 2 figuras, PEs e decalques para uma camuflagem conceitual polonesa. Kit 900002, 1/48.

Um dos chassis de blindados de maior sucesso no mundo nos anos ’20 e ’30 era o da Vickers britânica que foi usado por diversas nações além de ser adaptado por tantas outras. O kit 726003 traz o modelo E Mk.A twin turret na escala 1/72.

Fechando o bombardeio de kits da Polônia, temos o destróier ORP Grom wz.40 na 1/400(40014).

  • RS Models

Na linha dos “What if”, temos o Messerschmitt Me-509 Nachtjäger na 1/72 com PEs. O kit 92209 ainda traz decalques para 4 aparelhos distintos.

O kit 92195 encerra o Morane-Saulnier MS.410 que foi um aperfeiçoamento do caça MS.406 da Armeé de l’Air francesa. Grande quantidade desses aparelhos foi parar em mãos finlandesas através dos alemães e foram voados contra a VVS durante a Guerra de Continuação, travada entre 1941 e 1944. O kit vem na 1/72 com decalques para 3 aparelhos finlandeses e um francês.

Nem um pouco apreciado por ingleses e americanos, mas adorado pelos soviéticos, o Bell Airacobra foi fabricado em duas variantes principais, a I(P-400, foto) e a II(P-39), cuja diferença principal era o canhão de 20mm no primeiro e de 37mm no segundo. O kit 92191 vem com decalque tradicionais para URSS(x1), Inglaterra(x3) mas traz um super diferencial: a Força Aérea Portuguesa!

  • Sword

O FIAT G.55 Centauro está disponível na 1/72 como item SW72104. São 7 opções de decalques disponíveis!

O Shooting Star ganha dois novos kits na 1/72: o P-80A/B(SW72106, 5 opções de decalques para a USAF) e o RF-80A(SW72105, foto, 6 opções de decalques da USAF).

  • AMG

Versões fora do comum são uma constante nessas fabricantes do centro-leste da Europa. Olha a AMG, por exemplo, com uma rara versão do 109G6, a “/N” também conhecida por Neptun dotada de um radar FuG217 que era complementado por um primitivo sistema RWR(!!) V/R. O kit é o 48703.

Ainda nas versões raras do 109, está o treinador Gustav-12 também na 1/48(48702).

Herdando diversos aparelhos da RAF com a quebra do British Raj entre Índia e Paquistões, ambas nações acabariam herdando muitos armamentos de uso dos Aliados até então, enquanto outos seriam adquiridos ao longo dos anos. O Paquistão mesmo arrematou uma substancial frota de Hawker Sea Fury tanto novos, quanto ex-RAF e ex-Iraque para sua então recém criada Força Aérea. Embora na caixa não se diga, esse é um T.Mk.61 e é ofertado na 1/48 com decalques paquistaneses, PEs, máscaras de pintura, filme plástico e resina!

O Polikarpov I-15 teve uma versão de duplo comando para treinamento, chamada de DIT-2 que é ofertada na 1/48, trazendo até PEs e limitada a 1000 unidades.

Difícil para a AMG, mas ela está tentando competir com a Hobbyboss, lançando o ADGZ na 1/35 35510.

Nem só de UMmt e Hobbyboss vivem os vagões blindados soviéticos: a AMG lançou o BDT-45 que é um vagão autopropulsado, blindado e armado com uma torre de BT-5/7 com arma de 45mm. Escala 1/35, 35407.

  • Amodel

Adaptado do bombardeiro TB-1, o KP-1 era um módulo especial para transporte de pára-quedistas usados pela VVS no período pré-guerra para treinar essa nova possibilidade militar. O kit 72351 é 1/72.

Também na 1/72 temos o jato civil Adam A-700(72370).

O hidroavião Dornier F Wal está disponível nas cores da Força Aérea Real da Holanda na 1/72, 72339.

  • Ark Models/Eastern Express

O cruzador Aurora é um dos mais antigos museus flutuantes do mundo e finalmente ganha uma reprodução com peças em resina e PEs na escala 1/400.

O Yakovlev Yak-54 em sua versão armada e operacional também está chegando ao mercado na 1/48!

  • ICM

Para um diorama da década de ’10, temos uma super sugestão: o set de figuras Firemen na 1/24 com 2 bombeiros e uma criança.

Um dos carros mais maciçamente produzidos no mundo foi o Ford Model T. E obviamente ele seria usado para fins militares cedo ou tarde. O Royal Australian Army, por exemplo, adaptou uma metralhadora Lewis para o seu veículo de ligação/transporte que é ofertado na 1/35 como kit  35663.

O reconhecedor FW-189A1 recebeu uma nova versão de pintura nas cores da Hungria como modelo 72294. Escala braille(1/72).

Para manter a coordenação de operações militares é imprescindível o uso de veículos dotados de potentes rádios. O Sk.Kfz.223 era a versão de comunicação do 222 e está sendo disponibilizado na 1/48 como item 48192.

  • Mikromir

Na 1/144, temos o Dassault Falcon 10/100 em cores civis.

Se preferir algo bem mais “exótico” e raro, apele para o Miles M.57 Aerovan na 1/72. Duvido que alguém exporá algo semelhante onde quer que o leve.

  • Roden

Pneus de borracha, 2 opções de decalque para o US Army durante a Guerra Fria, 5 grades recheadas de peças(algumas minúsculas)…Esse é o kit 1/35 do M42 3/4ton 4×4 Command Truck. Código 809.

Voltando um pouco mais no tempo, temos aqui o Vauxhall D-Type Staff Ambulance usado pelo Royal Army para carregar seus feridos. Kit 1/72, 717.

  • Zvezda

Desenvolvido como upgrade para o Fulcrum original(9.12), o MiG-29SMT(Izhdeliye 9.17) com novos tanques dorsais, melhorias nos sistemas de mira no capacete e cockpit digital, além de capacidade ar-solo e integração com armas e sensores originais. Essa variante é representada pelo modelo 7309 na 1/72 composto de 280 peças, dentre as quais os mísseis R-73, Kh-31 e Kh-29.


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


About the Author

Engenheiro de computação formado na UFES e com diversos cursos na área de redes e tráfego de dados, absolutamente louco por carros, aviões, trens, tanques, caminhões, história e estratégia. É o braço técnico da UdK.



Back to Top ↑