Kits

Published on janeiro 11th, 2019 | by ES1

0

Novidades da Europa(Janeiro, 2019)

Kits vintage, veículos de reconhecimento do Exército Real, um Volvo 100% novo, combos de aviões…Caramba, esse ano promete!

  • Airfix

A safra vintage continua a crescer esse ano com a volta do M3 half-track 1/76. O kit A02318V traz 54 peças para representar a viatura e sua metralhadora pesada de auto-defesa e um trailer.

O Hawker Hunter F.6 1/48 vem com 3 opções de decalques de aparelhos para a RAF(2 aparelhos) e Holanda(1). Kit A09185.

O McDonnell Douglas Phantom FGR.2 1/72(A06017) vem com decalques para 3 aviões britânicos entre 1876 e 1991. São 160 peças.

A versão de caça noturna do Schwalbe, o Me-262B1a/U1 1/72(A04062) chega na 1/72 com a possibilidade de representar também o Avia S.92B tcheco.

  • Italeri

O caminhão Mercedes-Benz L3000S 1/35 vem com opções para representação de 3 veículos alemães na IIGM(Heer, Luftwaffe e Polizei). Código 6558.

Com moldes inéditos, o Volvo FH4 Globetrotter 1/24(3940) tem decalques para placas de 17 países diferentes, caçamba basculante, tampa do radiador e portas posicionáveis. Há apliques cromados, pneus de borracha e se trata de um kit nível 5.

A Gaijin entrou no batalha com a Wargaming também no cenário dos kits com dois conjuntos: o primeiro vem com um par alemão de respeito: o Me-109F4 e o FW-190D9 1/72 como combo 35101. Decalques para dois aparelhos alemães, cola, estande e alguns extras: 2 aviões de jogo e 7 dias de conta premium.

Se preferir os Aliados, a Italeri oferece o P-47N e o P-51D(ambos 1/72, com as mesmas benesses do combo anterior). Código 35102.

  • Revell

O mais veloz dos helicópteros da atualidade, o Lynx britânico recebe uma representação na 1/32 da versão Mk.8 como kit 04981 e nível 5.

O Douglas C-54D Skymaster 1/72 ganha uma nova versão de acabamento: a aeronave de suporte do time acrobático Thunderbirds da USAF. Item 03920.

Quem não quis pegar o Porsche 356 cupê mês passado pode ter uma versão muito mais legal para representar: o conversível. O kit 07043 é 1/16, dividido em 174 peças, com interior completo, e capô posicionável.

  • Eduard

Pra quem desejar um kit simples, a Eduard provê o Spitfire LF.Mk.IXc 1/48 com código 84151 com 2 opções de aviões representáveis operando na França em 1944.

O item Unternehmen Bodenplatte 1/48 vem com um combo de FW-190D9 e o Me-109G14/AS com máscaras de pintura, PEs, 8 opções de aeronaves reproduzíveis. Código 11125.

O Grumman F6F-3 Hellcat Profipack 1/48(8227) vem com peças em resina, PEs e máscara.

  • IBG

Três kits novos e muito interessantes aparecem na linha da IBG: o TKS capturado pelos alemães em escala 1/35(35047).

Esse é um kit bem distinto do que vemos por aqui usualmente: um caminhão Lancia 3Ro do Regio Esercito com um obuseiro  de 100mm 100/17 na escala 1/35(35053, foto). Aparentemente, ele vem já pronto para reproduzir os veículos que operaram no Norte da África apenas. Outra variante é a de transporte de tropas, na mesma escala, como kit (35055).

  • Special Hobby

O Douglas B-18 Bolo 1/72 em sua versão ASW é o kit SH72230, vindo com decalques para dois aparelhos que voaram na área do Caribe contra os U-Boote alemães.

A Fiesler Fi-103A1/Re-4 1/32(SH32074) vem com 3 opções de pintura para a versão tripulada de testes de vôo da V1 alemã. Acompanha PEs.

  • Ark Models/Eastern Express

O T-34/76 com as características das unidades que saíram da fábrica de Chelyabinsk, nos Montes Urais, é o kit 35042. Com moldes aparentemente 100% originais, trata-se da versão de 1943, com cúpula para o comandante.

O ônibus espacial Buran(rival avantajado dos modelos americanos) ganha um kit 1/144 com as modificações implementadas em 1988 e tem código 14402.

  • ICM

biplano Polikarpov I-53 Chaika com esquis para operações na neve aparece na 1/32 como kit 32011.

O interceptador/reconhecedor MiG-25RB ganha, enfim, uma versão 1/72 com o kit 72173.

Por fim, dois SEALS, em escala 1/24, em poses distintas e totalmente equipados para operações anfíbias. Kits 24111(foto) e 24112.

  • Miniart

Após lançar o SU-122-54 1/35 de lote inicial de produção, agora é a vez(já esperada) da variante final de produção do caça-tanques baseado no T-54, que é o kit 37042. Embora não seja um Interior Kit, vem com inúmeros detalhes que impressionam, como a culatra da arma principal, escotilhas posicionáveis, photo-etcheds, lagartas individuais OMSh, peças para que se monte a viatura para operações diurnas ou noturnas e decalques para representar 4 carros diferentes(incluindo um dos que esteve presente no levante de Praga, em 1968).

O rolo anti-minas KMT-5 é uma adição interessante para quem tiver um blindado russo-soviético, como os T-54/5, T-62 ou mesmo o T-72(bem como os derivados desses blindados). O kit 1/35 desse aparato é o 37036 e vem com dois tipos diferentes de correntes metálicas.

Operando contra os soviéticos, a Romênia era um dos países satélites que se aventurou, ao lado da Alemanha na IIGM. Com o imenso números de veículos e materiais capturados, logo mesmo os romenos estavam recebendo até mesmo tanques como o T-60, que foram modificados localmente para virarem canhões de assalto/caça-carros TACAM com uma arma de 76mm montada numa estrutura aberta onde era a torre. Aproveitando o T-60 Interior Kit como base, os ucranianos da Miniart adicionaram o canhão F-22 soviético que os romenos usaram para dar vida ao TACAM T-60(35240) com lagartas de elos individuais, escotilhas posicionáveis, munição completa, decalques para 3 blindados e PEs.

Outra versão do T-60 Interior Kit 1/35 é o Bergepanzer T-60(r). O kit 35238 vem com decalques para dois veículos alemães, escotilhas posicionáveis, lagartas com elos separados e PEs.

  • Zebrano/PST

Novidades vindas da Rússia! Parece que, finalmente, acabou o monopólio que a Hasegawa gozava entre os fãs de militaria 1/72 de fornecer o Humber. Agora a Zebrano russa vem com moldes atualizados desse carro britânico de reconhecimento blindado em resina como o item 72035. Em resina em PEs, o modelo representa a versão Mk.4(armada com canhão M5/6 de 37mm em vez das metralhadoras BESA das demais variações) e vem com decalques para, no mínimo, 2 veículos da Commonwealth.

Ao contrário do Humber, que era um veículo de suporte e reconhecimento mais leve, a firma AEC proveu o Royal Army com um veículo muito maior e mais pesado(12 toneladas, contra 6), além de ser muito mais fortemente armado: a versão Mk.3 vinha com uma metralhadora Bren 0.303, uma BESA de 15mm e um canhão M3 de 75mm. Ideal para lidar até mesmo contra tanques, os AECs operaram muito depois da IIGM, sendo que o último foi apodentado em 1976, pelo Líbano. O kit 72036 também é em resina e PEs, vindo com decalques para veículos da Commonwealth.


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


About the Author

Engenheiro de computação formado na UFES e com diversos cursos na área de redes e tráfego de dados, absolutamente louco por carros, aviões, trens, tanques, caminhões, história e estratégia. É o braço técnico da UdK.



Back to Top ↑