Kits

Published on maio 10th, 2019 | by ES1

0

Novidades da Europa(Maio, 2019)

Navios à vela clássicos, figuras da Guerra Civil Americana, muitos itens para dioramas 1/35, um Ki-102 com míssil, um novo B-2 Spirit e muito mais!

  • Airfix

Uma das potências da Tríplice Entente, a França, volta a ter o conjunto de infantaria reproduzido na 1/76 com a série vintage A00728V. São 48 figuras.

O galeão Golden Hind comandado por Francis Drake começou sua vida como uma embarcação veloz cujo intuito era uma viagem de circunavegação da Terra no Séc.XVI. A viagem de exploração logo se tornaria, no entanto, uma expedição de corsários, com Drake atacando áreas controladas por espanhóis ao longo do Caribe. Kit A09258V, 1/72.

Velho conhecido da galera por ser ofertado também pela Academy, o Cutty Sark(A09253V) aparece na 1/130. Esse cliper foi criado para fazer uma ligação veloz entre Reino Unido e China para o transporte de ervas para chá e outras especiarias. Como curiosidade, essa embarcação está em Greenwich até hoje para visitação.

O HMS Victory foi “só” o navio comandando pelo Lorde Nelson na icônica batalha de Trafalgar, na qual os ingleses de digladiaram contra a esquadra de Napoleão. Motivo mais que suficiente para essa embarcação virar um ícone da Royal Navy, bem como da história de toda uma nação. O kit A09252V é 1/180 e é composto de 353 peças.

  • Italeri

O conjunto de infantaria da França Livre, que lutou ao lado dos Aliados na IIGM é reproduzido num set com 49 miniaturas, incluindo fuzileiros, metralhadores, times de morteiro, grupo médico(com direito a padiola e paciente). Escala 1/72, 6189.

Por falar em conjunto, aqui temos um mega-combo da Pegasus Bridge, que foi a zona de desembarque do grupamento pára-quedista inglês onde houve as primeiras baixas da Operação Overlord, 75 anos atrás. O conjunto 6194 traz: 50 soldados para cada lado, a ponte e uma guarita em MDF, uma PaK40, uma PaK35, uma Flakvieling(cada uma contando com os operadores respectivos), acessórios sortidos, um VW Kübelwagen e um Opel Blitz. Escala 1/72.

Embora francamente ultrapassados à época do final da batalha do Norte da África, os M3 Lee ainda serviriam em diversas outras funções, sendo adaptados como veículos blindados de reparo, artilharias móveis, posto de iluminação e blindado de transporte de tropas. Esse último, chamado de Kangaroo, foi usado pela Commonwealth e é reproduzido como kit 6551, 1/35. Ele vem com 3 opções de decalques e lagartas de borracha.

A Scania R400 Streamline 1/24 é o kit 1947 e vem com decalques para veículos de 17 países distintos. Pneus de borracha, motorização e transmissão inclusas, decalques e apliques cromados.

O Fokker F.27 é um ícone da aviação regional e aparece com um modelo 1/72(1430) nas cores de empresas aéreas da Inglaterra, EUA e Holanda. Vem com interior e pode ser montado na configuração de passageiros ou de cargueiro.

O combo 350103 vem com o Mil Mi-24D e o Bell UH-1C, ambos na 1/72 da série em parceria com a Gaijin para a promoção do game War Thunder. Ele traz decalques para uma unidade (cada) e artes gerais(usadas para customizar as aeronaves no jogo), códigos com prêmios online, duas aeronaves pagas e uma semana de conta premium.

  • Revell

O Eurofighter EF-2000 Tigermeet não é uma aeronave muito rara de se encontrar, mas a linda versão “Ghost Tiger” da Bundesluftwaffe promete ser um baita chamariz em qualquer coleção! O kit 03884 é 1/72 vem com uma opção de pintura(usada na última NATO Tigermeet) e tem uma considerável gama de armas e cargas,(tanques sub-alares, mísseis AIM-9, Meteor, AIM-120 e Iris-T).

Os 75 anos do Dia-D serão comemorados nesse ano com muitos lançamentos e a Revell não fica de fora ao ofertar o combo 03352 que vem com terreno, um M4A1 76(W) Sherman, um Pz.Kpfw.IV Ausf.H um P-51C e um Me-109G10. Sâo 372 peças no total e as lagartas dos blindados são de plástico tipo elo-seção. Nível 4.

O encouraçado IJN Musashi é representado na diminuta 1/1200 pelo kit 06822, composto de 33 peças, incluindo os hidroaviões de reconhecimento. Nível 4, casco waterline.

  • AZ Model

O Me-109 ganha duas variações interessantes esse mês para quem não está muito afim de Messers muito convencionais: o primeiro é o Gustav-10 “Spät” fabricado pela Erla(AZ7611, 3 opções de decalques), voados em 1945…

…e a raríssima versão de treino Gustav-12(biposto baseado no G6). São decalques para aviões da Tchecoslováquia(pós-IIGM), Alemanha e Itália. Item AZ7610.

O FIAT CR.32 também ganha duas versões da AZ com os kits AZ7612(“Export”, com decalques para Áustria, Alemanha e China, foto) e AZ7613(3 decalques da Hungria).

O kit do ultraleve Zlin Z-242 Guru 1/72 pode reproduzir aeronaves de Israel, Polônia, República Tcheca ou Inglaterra. Kit AZ7609.

  • Eduard

O Focke-Wulf FW-190A3 Weekend Edition 1/48 vem com decalques para dois aviões da Luftwaffe e código 84112.

“Shachak” é o apelido que o Mirage III C à serviço da IDF e ele recebe uma edição limitada na 1/48. São 5 opções de pintura, máscaras para canopy, peças em resina e PEs. Item 11128.

O combo “Barbarossa” traz dois Messers para a galera fã de Luftwaffe: um Emil e um Fritz, ambos 1/48. Vêm com máscaras, PEs, peças em resina e 11 opções de decalques. Conjunto 11127.

O caça Fokker D.VII(OAW) 1/72 vem com 5 opções de decalque, máscaras e PEs como kit 70131. Para ainda mais opções, a Bunny Fighter Club lança o conjunto BFC077 com o Fokker 70131 com a adição de um conjunto extra de decalques para um aparelho voado pelo Gefr. Wilhelm Scheutzel.

  • KP Models

Planadores não costumam ser muito reproduzidos em escala, então esse lançamento em dose dupla certamente se destacará: o primeiro é o Grob Astir CS-77(4 opções de decalque, KPM0130, 1/72) e o CS77 Jeans(4 opções de decoração, KPM0131, 1/72, foto). A diferença entre ambos? O Jeans tem trem principal fixo, enquanto o CS-77 é retrátil.

O Orlican VS-10 tcheco vem também em duas variações: a C(KPM0135, 4 opções de decoração, 1/72) e a B(KPM0134, 4 opções de decalque, 1/72, foto). A diferença da versão B e C é que a primeira tem trem retrátil.

O Il-2 Shturmovik soviético foi basicamente o lançador do conceito de moderno avião de ataque ao solo pesado: armamento poderoso, motor potente e tripulação dentro de uma cabine blindada. Essa seria a base de aviões posteriores como os A-10 e os Su-25. Mas o Il-2 foi criado como monoposto então a blindagem da tripulação apenas era para o piloto. Quando os alemães atacaram, os Shturmoviks(assim como os Stukas) mostraram que tinham vulnerabilidades ao operar em áreas sob controle inimigo e a necessidade de um tripulante extra na aeronave soviética foi notada, sendo uma posição de tiro defensivo adicionada aos Il-2, Il-2m e Il-2m3. Como as taxas de baixas de artilheiros defensivos dos Il-2 eram altíssimas um novo projeto precisou ser pensado e apenas o Il-10 traria uma banheira blindada para os dois tripulantes. Mas vamos aos kits: o primeiro é o Il-2 com uma posição defensiva interina(leia-se fortemente improvisada). São 3 opções de decoração e código KPM0136.

Já o Il-2m “Black Death”(apelido dado pelos alemães) é 1/72, vem com 3 opções de decoração e uma cabine bem básica pro artilheiro de ré. Item KPM0137.

Com decalques para Hungria, Alemanha Oriental, Polônia e Tchecoslováquia, o kit KPM0140 traz o MiG-23 UB voado pelo Pacto de Varsóvia na 1/72. Já o kit KPM0141(foto) traz decalques para URSS, Cuba, Líbia e Índia.

  • Special Hobby

Viggens em dose dupla: o combo SH72411 traz o AJ-37(monoposto) e o SK-37 na 1/72 com decalques para 3 aparelhos cada e decoração NMF, cinza e splinter. Para coroar, ainda vem um livreto sobre o jato.

O avião leve Arado Ar-96 1/72 é lançado com cores e marcações de países que o operaram após a IIGM(como a Suécia), ou que o capturaram e o usaram durante o conflito, como franceses, americanos e ingleses. Kit SH72409, vindo com peças em resina e PEs.

O Fairey Barracuda Mk.III com radar ASV Mk.XI vem com opções de pintura de versões inglesas(3) ou francesa(1). Escala 1/72, SH72408.

  • Sword

O Kawasaki Ki-102 chega com duas versões na 1/72: o 72125 traz a versão que transportaria o míssil guiado I-Goh(foto). Já o 72124 traz a versão de caça-pesado/ataque desse avião que começou a servir em 1944.

  • Ace

O MBT Centurion britânico tem papel fundamental na história das IDF até hoje. Recebidos na década de ’50, passaram por extensas modificações para adaptá-los ao combate no deserto, sendo renomeado Sho’t. Tempos depois, sofreram mais modernizações, incluindo novo motor em alguns casos, ganhando o nome de Sho’t Cal, enquanto os que mantiveram a motorização original ganharam o apelido de Sho’t Meteor. Kit 72427 vem com lagartas e cabos de reboque em vinil, PEs e decalques para três viaturas diferentes.

  • AMP

Competindo com o modelo da Revell, a AMP lança o B-2 Spirit 1/144(144002).

Baseado no conceito do Triebflüglel alemão criado na IIGM, o XH-26 foi projetado pela AHC(American Helicopter Co.) com a inusitada configuração de motores à jato pequenos na ponta das pás da hélice. Com capacidade para um tripulante, foi mais uma prova de conceito, que um aparelho efetivamente viável para operações e o Jet Jeep(como ficou conhecido) acabou tendo vida muito curta, com apenas 5 unidades produzidas, sendo rejeitado pelo US Army por questões de segurança em caso de falha nos motores. Tempos depois, algumas adaptações no conceito inicial do XH-26 foram feitas e nasceria o Hiller H-32 Hornet(só que motorizado por scramjets na ponta das pás). Kit 48007, 1/48.

Nem só de Draches e Kolibris viviam os alemães na IIGM. O WNF-342(1/48, 48008) produzido pela Doblhoff alemã em 1943 tinha o mesmo princípio de funcionamento do Hornet e o Jet Jeep, com as pás servindo de tanques de combustível para pequenos jatos nas pontas das asas, durante as fases de pouso e decolagem, enquanto o motor à pistão gerenciava o resto do vôo em si(basicamente, o WNF-342 era um meio termo entre os autogiros e os helicópteros).

  • Amodel

O jato executivo Gulfstream ganha 2 reproduções na 1/72 em edições limitadas a 550 unidades cada. O primeiro é a versão civil(foto, 72361) e o segundo, a versão militar, operada pela USAF como aeronave de transporte VIP C-37B(72327).

  • ICM

Mais uma versão do Polikarpov I-153 Chaika 1/32: dessa vez, o aparelho voado pelos nacionalistas chineses(32012).

Tanquistas ingleses da IGM na 1/35 podem ser adquiridos com a ICM no set 35708.

Precisando de tripulantes para aeronaves americanas da IIGM na 1/32? O set 32104 é a resposta!

Em 1/72, o MiG-25RBF é o kit 72174.

A versão de reconhecimento do Schnellbomber alemão, o Ju-88D1 é representado na 1/48 como kit 48240.

  • Masterbox

Uma nova série de figuras militares da Guerra Civil Americana está sendo disponibilizada pela Masterbox ucraniana. O primeiro é o “A quick rest after the battle”, mostrando um sargento da Uniãodo 75º Regimento de Infantaria de Nova Iorque descansando após a batalha de Gettysburg, em 1863. Figura 35196 vem com um mosquete(provavelmente um Mod.1842).

Um sargento da Cavalaria do Brigadeiro-General Bufford vem na 1/35, armado com uma carabina Spencer(embora o box-art sugira uma Sharpe). Kit 35197.

O combo “Family Reunited” é bem interessante: traz duas figuras após a Batalha de Appomatox(a União venceu os Confederados) e dois militares de lados opostos confraternizam, acendendo um charuto. Escala 1/35, 35198.

  • Miniart

Com tantos kits de veículos militares alemães com interior e conjuntos de resina para os que não vêm com essa característica, já estava na hora de haver novas figuras 1/35 de tripulantes dando manutenção nas máquinas. Essa é a idéia do conjunto 35319: além de 5 figuras, há caixa de ferramentas, bigorna, marreta, martelo, aplicador de óleo/graxa, macaco, pá e outros implementos.

Complementando o conjunto de tanquistas dando manutenção, há um set inteiro de ferramentas sortidas para manutenção: escada, macacos, soldadores(com os tanques de oxigênio e etino), tambores de combustível, latas de óleo, serrote, mesa, cadeiras, banquetas e muito mais. Escala 1/35, 35591.

O kit 35280 traz tanquistas alemães em Kharkov, no ano de ’43 quando os alemães conseguiram parar os russos que vinham avançando desde Stalingrado, em março. O item 35280 é 1/35 e vem com 4 figuras.

O kit 40008 é o Ball Tank da série What If na 1/35, mas com esquis para operação na neve. São decalques para 6 versões(inclusive alemãs capturadas) e interior completo.

Dioramas ambientados na França poderão receber agora um boost no realismo com essas placas alemãs que vêm no conjunto 35600: São mais de 40 placas e mais e 5 postes.

O T-60 volta à oferta com o kit 35260 na 1/35 com interior completo e decalques para 14 versões soviéticas/alemãs. Kit composto de lagartas elo-a-elo e PEs. O kit básico do T-60 recebeu peças novas para representar o lote produzido pela usina de Sverdlovsk (Zavod 37) em 1942.

  • Modelsvit

Embora parecido com o Yak-3, o Yak-9 foi desenvolvido como um aperfeiçoamento do Yak-7(época na qual o Yak-3 estava sendo desenvolvido do zero, na prancheta). Sendo um dos caças com maior número de unidades produzidas e com o maior número de sub-variações, o avião que apareceu em 1942, sendo um adversário de respeito para os FW-190A3/4 e os Me-109G. A versão T era de missão essencialmente antitanque e era equipado com um canhão que podia ser de 37 ou até mesmo de 45 milímetros que disparava pelo cubo da hélice. O kit 4807 traz o modelo na 1/48, composto de 86 peças, trazendo, inclusive, máscaras de pintura.

  • Sova-M

A Sova-M traz dois modelos esse mês. O primeiro é o BAe Jetstream Super 31 1/72(72007) nas cores da British Airways regional.

Já o segundo é bem mais chamativo para quem curte aeronaves diferentes: o Hamburger Flugzeugbau HFB-320ECM. Curiosidade para quem tem, esse avião foi o primeiro avião civil alemão após a IIGM e sua fábrica, originalmente, era parte da Blohmm & Voss que se uniria depois à VFW(Focke-Wulf) e à Messerschmitt-Bolkow(originando a DASA). Sobre o jato, ele tinha uma configuração excêntrica mas funcional de asas de enflechamento negativo(para maximizar o espaço interno) e os mesmos motores do Learjet(que seria lançado pouco tempo depois para a nascente aviação executiva). Boa parte dos aviões foram usados pela Bundesluftwaffe para ligação, treino e unidades de contramedidas eletrônicas. O kit 72014 é 1/72 e tem tiragem limitada.

  • Zebrano/PST

Nem só de A7V, Whippet, FT-17 e Male/Female a IGM viveu. Os russos criaram algo extremamente inovador, interessante e com grande impacto visual: o blindado Tsar. Criado no mais absoluto segredo, esse tanque imperial russo era propelido por dois motores de dirigíveis alemães capturados para cada uma das gigantescas rodas frontais. Logo em seguida, havia a estrutura principal com duas torres coaxiais equipadas com múltiplas metralhadoras e uma posição com canhões logo atrás. Sem dúvida teria um impacto psicológico imenso nas tropas e uma unidade foi construída sob grande segredo, sendo testada na prática em 1915 quando acabou, literalmente sendo abandonada: ao cruzar um pântano, a roda traseira acabaria atolando e lá o veículo ficou até 1923 quando foi removido e desmontado. Em termos práticos, o Tsar também atrairia muita atenção da artilharia e aviação que poderia inutilizá-lo com um acerto nas grandes rodas. Acabou que os russos iriam acabar adotando os FT-17 franceses e os Christies americanos tempos depois para desenvolver sua indústria de blindados. O kit SEA031 é 1/72, com peças de resina e PEs.


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


About the Author

Engenheiro de computação formado na UFES e com diversos cursos na área de redes e tráfego de dados, absolutamente louco por carros, aviões, trens, tanques, caminhões, história e estratégia. É o braço técnico da UdK.



Back to Top ↑