Ferramentas Bereg

Published on outubro 6th, 2016 | by Carlos Emilio

0

A-222 Bereg. Fogo pesado contra invasores costeiros.

SAU A-222 Bereg – Especificações e História

Bereg
FICHA TÉCNICA 
Tripulação: 8 homens.
Motor: Um motor D12A-525 Diesel  com 525 hp de força.
Peso: 43,7 toneladas (carregado).
Comprimento: 12,95 m
Largura: 3,01 m.
Altura: 3,93 m.
Autonomia: 650 km.
Velocidade: 60 Km/h em estrada.
Obstáculo vertical: 0,60 m
Trincheira: 1,83
Inclinação frontal: 60º
Inclinação lateral: 30º
Armamento: Um canhão modelo AK-130  de 130 mm. Veículos de apoio: uma metralhadora PKT em calibre 7,62 X 54 mm
Alcance das granadas: 27 km
 
DESCRIÇÃO
Por Anderson Barros
Quando falamos de sistemas de defesa costeira da Rússia, vêm em nossa mente os sistemas baseados em misseis como o sistema BAL-E que utiliza misseis Kh-35 ou o monstruoso Bastion que emprega os misseis P-800 Oniks. Mas poucos sabem que a Rússia utiliza um sistema de defesa costeira baseado em artilharia autopropulsada chamado A-222 Bereg (Costa).
Esse sistema de artilharia de defesa costeira de 130 mm foi desenvolvido no final da década de 1980. Sua missão principal é deter embarcações inimigas (navios, lanchas ou hovercrafts), evitando que desembarcassem tropas inimigas. O Bereg também pode ser usado como artilharia para destruir alvos em terra.
O desenvolvimento do A-222 foi tido como um complemento de baixo custo aos sistemas de misseis de defesa de costeira e foi revelado ao público pela primeira vez em 1993. As primeiras unidades entraram em serviço em 2003, quando também começou a ser oferecido ao mercado de exportação, sendo que não obteve ainda, pedidos.
Bereg

Acima: Projetado para cobrir a lacuna de alcance que os mísseis anti navio de defesa costeira russos não são capazes de cobrir, o A-222 Bereg é um sistema de artilharia sem um concorrente direto.

É armado com um canhão naval AK-130 de 130 mm com auto-carregador, fornecendo uma excelente taxa de disparo de 12 tiros por minuto e alcance de até 27km. Graças a isso, ele pode ser utilizado como artilharia atingindo alvos em terra, mar e também no ar. O AK-130 utiliza munição HE (Alto explosivo), HE FRAG (alto explosivo com fragmentação) ou antiaérea 3P (Pré-Fragmentada, Programável, Proximidade). Há a opção de se usar munições inteligentes para uma maior precisão. Cada veiculo  possui um estoque de 40 granadas no seu interior.

O canhão é montado em uma torre rotativa capaz de girar 360° onde também estão armazenados o sistemas de carregamento automático e o cofre de munições. Os veículos de artilharia não possuem armamento secundário e os veículos de controle de fogo e apoio são armados com um metralhadora coaxial PKT em calibre 7,62 X 54 mm que dispara a uma cadência de 800 tiros por minuto.

Bereg

Acima: Utilizando um canhão naval AK-130 com carregamento automático, o A-22 Bereg consegue impor uma cadência de 12 tiros por minuto.

As informações sobre os alvos são fornecidas à bateria pelo veiculo de comando e controle que pode acompanhar  4 alvos simultaneamente; assim o Bereg pode atacar dois alvos seqüencialmente. A bateria também pode receber informações via data-link de outros vetores (navios, aeronaves ou até mesmo satélites). Porém, caso preciso, cada veiculo de artilharia pode realizar disparos de forma independente selecionando seus próprios alvos.
Os Bereg podem operar de forma dispersa com uma distancia de um quilômetro entre cada veiculo o que fornece uma maior proteção em caso de ataque e uma maior cobertura na área a ser defendida pelo sistema.
Bereg

Acima: O controle de fogo é executado, normalmente pelo veículo de comando equipado com sistemas que lhe permitem acompanhar quatro alvos simultaneamente.

Todo o sistema  A-222 é montado sobre um caminhão MAZ-543 8×8 equipado com um motor a diesel D12A-525 que desenvolve uma potencia de 525 Hp, levando o veículo a uma velocidade máxima de 60 km/h em estrada e a autonomia está em 680 km. Uma bateria opera geralmente entre seis e oito veículos de artilharia um veículo de comando/controle, um veículo de comunicações, e veículos de apoio e remuniciadores.
Bereg

Acima: O veículo de serviços de combate fornece energia elétrica para a bateria de artilharia, assim como acomodação para a tripulação que opera todo o sistema.

O Bereg é um veículo projetado para uma missão da qual ele não encontra um concorrente direto no mercado. A Rússia acertou em cheio produzindo um sistema de artilharia que, embora tenha como missão primária a defesa costeira, pode sem problemas trabalhar em situações que outros sistemas de artilharia não operam. A possibilidade de emprego de granadas guiadas garante uma precisão que normalmente só é conseguida por mísseis, bem mais caros.
Bereg

Acima: A opção de uso de um caminhão MAZ-543 configurado com tração 8X8  permite ótimo desempenho de estrada e ainda operar em terrenos irregulares com boa desenvoltura.

O Bereg em vídeo



 

O A-222 no modelismo

Sem dúvida, esse é um veículo único em termos de capacidades e poder de fogo. Sua imponência e tamanho massivo são inegáveis, o que o tornam um modelo interessante para receber uma réplica em escala, o que realmente aconteceu nos últimos anos: a primeira vez que o Bereg recebeu uma versão miniaturizada foi em 2014 com a chegada ao mercado da versão da fabricante EV Model na 1/700(o que faz sentido, já que é uma artilharia costeira e essa é a escala preferida para naval.
bereg_evmodelSe essa escala é muito pequena para você, não se preocupe, que a W-Model já lançou esse veículo em resina na 1/35, mas com um proibitivo preço em euros para a maioria dos mortais…
bereg_wmodel
…então a Trumpeter pôs esse ano nas prateleiras, sua versão do A-222. O kit chinês vem com várias centenas de peças(26 árvores), photo-etched(3 grades), pneus de borracha(8) e decalques para múltiplas versões. É um kit para ser montado sem pressa para quem tem muito espaço de sobra.
bereg_trumpeterJá para quem não quer nem tanto e nem tão pouco, temos a Modelcollect que veio com a versão na 1/72 dessa artilharia russa. Não se engane: mesmo na 1/72, é um kit grande, com bastante presença!

novo-1

Você gosta de tecnologia militar? Fique por dentro das atuais e futuras armas que estarão em combate no campo de batalha. Siga o WARFARE no TwitterFacebook.

parceria_blog_udk_warfare


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , , , , , ,


About the Author

Me chamo Carlos Emilio. Sou graduado em Gestão de Recursos Humanos e como hobby faço pesquisas sobre sistemas de armas para produção de artigos no site WARFARE. Minha experiência vem do antigo blog Campo de Batalha que eu publicava, mas que foi extinto por problemas com Google. Atualmente publico matérias novas junto com antigas, porém revisadas, e conto com a colaboração de um time de colaboradores que também escrevem artigos para o WARFARE.



Back to Top ↑