Ferramentas

Published on março 10th, 2017 | by ES1

0

Lançamentos da Europa(Março, 2017)

Produção à todo o vapor na Europa com dois novos aviões na 1/32, um cruzador francês que quase atacou o Brasil na década de ’60 e a linha de Guardas do Mundo começa a ser vendida também sob bandeira Revell. Delicie-se com as novidades!

  • Heller

A arma blindada francesa estava muito bem equipada na IIGM, ainda que estivesse mal-doutrinada para uso contra táticas de Blitzkrieg alemãs. Tanto é verdade, que praticamente todos os veículos capturados funcionais foram postos em serviço novamente com ou sem alterações. Nos campos de batalha em 1940, muitos deles provaram ser páreos duros para os panzer, que não conseguiam penetrar sua pesadíssima couraça, ainda que os adversários fossem tanques leves como esse Hotchkiss H39 que chega na 1/35 como item 81132, com suas 139 peças.

O Grande Hermine foi o navio capitaneado por Jacques Cartier em 1535 quando foi descoberto o estuário do rio Saint Lawrence perto do que hoje é Quebéc. Kit 1/150, código 80841.

Também na 1/150 está o clipper Flying Cloud da Heller(80830). Ele quebrou o recorde de tempo de viagem entre as Costas Oeste e Leste dos EUA, fazendo o trajeto NY-San Francisco em 89 dias e 8 horas e navegado por uma mulher(Eleanor Creesy) em 1853. Só para se ter uma noção, esse recorde só foi quebrado em 1989!

Conforme era tradição no império francês, sua maior embarcação era chamada de Le Royal Louis: entre 1668 e 1815, seis navios foram assim batizados, sendo o último, um membro da classe Océan que serviu à época de Napoleão, sendo rebatizado de Imperial entre 1814 e 1815, voltando a ostentar o nome anterior. Kit 80892, 1/200.

Ao contrário da crença popular, antes de Colombo, um outro Europeu já havia visto o que seria chamado posteriormente de Novo Mundo: Leif Eriksson, um islandês que chegou ao que seria o futuro Canadá. Antes de Leif, outro europeu chamado Bjarni Herjólfsson já havia descrito as novas terras, chamadas de Vinland. Quando Eriksson soube, falou com Bjarni sobre as tais terra, arrumou uma tripulação e um navio, partindo numa viagem até a região. Em 1926, os noruegueses fizeram uma réplica do navio usado para a viagem até Vinland e o batizaram do Leif Eriksson. O kit dessa embarcação atende pelo código 80853 e ainda traz o navio de apoio Torf Karlsefni(ambos 1/60), 340 peças.

Avançando alguns séculos na construção naval, chegamos ao cruzador De Grasse, que estava em construção durante a IIGM, quando a França caiu para a Alemanha. Aproveitando o casco pronto, Hitler ordenou que o cruzador fosse convertido em um navio aeródromo de escolta, mas os trabalhos foram interrompidos em ’43 e nunca mais retomados até que, em 1951, o De Grasse foi retomado e terminado. Essa embarcação participou de testes nucleares da França na Polinésia e da crise da Guerra da Lagosta que quase chegou às vias de fato em 1964, fazendo parte da força-tarefa estacionada na África Ocidental. O kit do cruzador aparece na 1/400 como item 81039 com 257 peças.

A fragata pesada Dugay Trouin foi o décimo navio francês a ostentar esse nome, pertencendo à classe Tourville/Tipo F67, armada primariamente para a guerra ASW, mas com armas antiaéreas e anti-superfície também. O kit 81032 vem com 198 peças na 1/400.

O SAAB J-29 Tunnan está disponível na 1/72 como item 80260 ou como giftset(50260). Ao todo, são 40 peças.

Outra novidade(na verdade, um relançamento) no campo da aviação é o Bloch 174, um bombardeiro/reconhecedor da Armeé de l’Air francesa. Esse membro da família MB.170 pode ser encontrado na 1/72, com 40 peças e código 80312.

  • Italeri

 Aumentando a oferta da linha promocional World of Warships, a Italeri traz o DKM Tirpitz na 1/700 com cola, guia sobre o navio, código para o jogo, pôster e um convite. Código 46504 , nível 3.

O mais icônico transporte americano civil e militar da década de ’40 chega na 1/72. Kit 1393, decalques para o Douglas DC-3 da Breitling.

Para auxiliar os Panzer em apuros, a Wehrmacht desenvolveu uma série de blindados para o auxílio. Conhecidos como Bergepanzer, eles foram os predecessores dos ARVs alemães modernos. Um deles, baseado no Panther, era chamado de Sd.Kfz.179 Bergepanther. Esse mês, o referido veículo ganha uma versão na 1/35 com lagartas de borracha divididas em 2 seções, decalques genéricos e sugestão de pintura para dois veículos. Item 285.

Sempre um clássico da militaria italiana, a Autoblinda AB41 está aí de novo na 1/72 com 3 opções de decalques(1 italiana para o Norte da África e uma italiana ou alemã que serviram na Itália). Kit 7051, nível 2.

Substituindo o Volvo F12, em 1988 foi lançado o F16 Globetrotter, que era uma evolução em todos os sentidos ante seu predecessor: mais econômico, mais potente, maior capacidade de reboque de cargas, bem como maior conforto para os ocupantes. O kit 3923 é 1/24 e representa a versão Globetrotter de 2 eixos. São 16 opções de placas européias e nível 5 de 5 em termos de dificuldade.

A Regia Aeronautica possuía excepcionais exemplares de transportadores de longo alcance. Se o Ju-52 e o C-47 foram a espinha dorsal da Alemanha e dos EUA(respectivamente), o Savoia-Marchetti SM.82 Marsupiale era o transporte aéreo padrão da Itália por todo o conflito e continuou voando até a década de ’60, já em plena Guerra Fria! O kit 1389 traz decalques para 3 aparelhos italianos e 1 alemão. Nível de complexidade 3.

Controverso, o Lockheed-Martin F-35 Lightning II era para ser o sucessor dos aviões: F-16, A-10, F/A-18 e AV-8. Para tanto, 3 versões seria feitas, com capacidades distintas, usando a mesma base. Com desenvolvimento lento e custo exorbitante, há diversas dúvidas se é melhor ou não continuar com esse projeto. Mas não há dúvidas de uma coisa: o kit 2506 traz a primeira réplica na 1/32 do jato na variante A(voltada para a USAF)! Decalques para 5 países diferentes, bombas JDAM, mísseis AIM-9X e AIM-120D fazem parte do pacote de peças que ainda traz a replicação das entradas de ar e do turbofan P&W F135. COmo extra, há ainda photo-etcheds, máscaras de pintura e canopy pré-tingido. Nível 5!

  • Revell

Não, você não está na página da ICM do mês retrasado: a Revell continua fazendo reboxes dos produtos ucranianos: já foi o Zil-131, o T-34/76, o Sp.Pz Panhard P204(f) e agora, as séries de “Guardas do Mundo” na 1/16 também serão oferecidas dentro das caixinhas dos alemães. Teremos esse mês o Carabiniere(02802, 38 peças, opção de capacete/chapéu, múltiplas bases para escolha) e o Queen’s Guard(02800, 30 peças, múltiplas bases para escolha). Ambos são nível 3.

Transportar tropas na linha de frente requer um veículo com bom balanceamento entre proteção, desempenho off-road e uma certa capacidade de defesa. Enquanto os EUA dependem de veículos como os Stryker e a Rússia usa os BTR-90, a Alemanha utiliza os Daimler-Benz TPz Fuchs que chega na 1/35 como o kit 03256 e decalques para dois veículos do Bundeswehr com opção de carro de engenharia ou de reconhecimento armado. Nível 4, 233 peças.

  • Eduard

Mais um Focke-Wulf FW-190: dessa vez o F8 está representado na 1/72 como Weekend Edition. Duas opções de pintura da Luftwaffe são providas(um para um aparelho sediado na Tchecoslováquia e outro, na Hungria). Item 7440.
Também na Série Weekend está o Supermarine Spitfire Mk.IXc (Late) na 1/72 como kit 7431. Decalques para dois aviões da RAF voado por voluntários tchecos ou poloneses.

Se 1/72 é muito pequeno para você, tente os lançamentos na 1/48! Começamos pelo Hawker Typhoon Mk.I apelidado carinhosamente de Tiffy por suas tripulações, esse avião foi inicialmente pensado para combater os Focke-Wulf e Messerschmitts mais novos acabou se descobrindo no ataque ao solo e a Eduard o traz como item 1131 com decalques Cartograf, rodas e escapes de resina, máscaras de pintura e Photo-etcheds. Os decalques permitem reproduzir 6 aparelhos diferentes.

Além da ’72, a Eduard também traz o Spitfire na 1/48, na série Profipack com o modelo Mk.IXc(mas, dessa vez, na versão Early). Assim como o Typhoon, ele vem com 5 opções de decalques Cartograf, máscaras de pintura e PEs, mas nada de peças de resina nesse caso. Item 8282.

Fechando, temos o Royal Aircraft Factory SE.5a na 1/48(Profipack, 5 opções de decalque da Cartograf e Photo-etcheds). Kit 82131.

  • IBG

O Tanquete Tipo 94 está agora disponível na 1/72 como kit 72044. Esse pequeno veículo deveria atuar como reconhecedor armado, mas acabou trabalhando como suporte para infantaria e como reboque todo o terreno. Embora participando da Guerra Sino-Japonesa e dos combates em Khalkin-Gol, logo sua inadequação para linha de frente foi demonstrada quando havia encontro com blindados inimigos.

  • ICM

Quarteto de novidades da ICM! Pros fãs de Luftwaffe, a variante A-1 do Focke Wulf FW-189, usado para reconhecimento, apoio leve e, mais inusitado ainda, caça-noturno. Dentre as alterações sobre a célula básica estão a implantação dos supressores de chamas nos escapes dos motores Argus, a a troca da metralhadora dorsal de auto-defesa por um canhão oblíquo de 20mm “Schräge Musik” e a instalação de um radar Lichtenstein FuG-212C1. Kit 1/72, 72293.

Para um diorama da IIGM representando tropas alemãs há o set do Horch 108 com infantaria composta por um oficial e 3 soldados armados com KAR-98K, MP-40 e MG-34 na 1/35. Item 35504.

Uma interessante adaptação surge esse mês: baseado no Sp.Pz. P204(f), surge a versão ferroviária na 1/35. O veículo recebeu novas rodas e antena de longo alcance no teto. Kit 35376.

Para aquele T-34, IS-2, ISU-122/152, SU-122/152 ou KV-85 eis o set de soldados soviéticos Soviet Raiders 1943-1945 com 4 figuras na 1/35(35640).

  • Masterbox

Começando pelo set 35157, temos aqui o German and US Paratroopers, trazendo um par de soldados de cada país e duas mulheres com o seguinte contexto: em algum lugar da Europa Ocidental, os combates deram uma pausa e um par de moças foi tomar banho, enquanto tanto alemães quanto americanos descobriram e resolveram dar uma espiadinha marota.

Ainda explorando a sexualidade e sensualidade na guerra, avançamos alguns anos para o Vietnã com o set de figuras Somewhere in Saigon na 1/35(35185). São 5 figuras: duas garotas de programa dois soldados americanos e um soldado do Vietnã do Sul.

  • Roden

De desenvolvimento conturbado e longo, o Bristol Britania surgiu como resposta à requisição da BOAC e do Ministry of Supply de uma aeronave de até 47 toneladas e capacidade para 48 passageiros. Apenas 86 aparelhos foram fabricados e adotados pela BOAC, KLM e African Safari, atendendo a Europa e alguns países do norte da África, apenas perdendo o seu lugar pela chegada dos aviões à jato. O kit vem com as cores da African Safari usada nos anos ’70. Escala 1/144, item 326.

Baseado no Vickers VC-10 civil, a RAF construiu uma versão de reabastecedora que passou a ser usada para manter a frota tática e estratégica da RAF pronta para atuar em teatros de operação longínquos e, desde 1981 ele vem atuado nessa importantíssima, ainda que pouco glamourosa atividade logística. Iraque(1991 e 2003), Kosovo(1994), Sérvia(1999) e Líbia(2015) mostram a relevância desse importante quadrimotor que só recentemente foi substituído pelo Airbus A330MRTT. Kit 328, escala 1/144, decalques para apenas um aparelho da RAF.

Saindo da aviação e indo para a militaria, temos o caminhão FWD Model B 3 ton rebocando um obuseiro BL Mk.VI de 8 polegadas. Em relação ao modelo básico do caminhão FWD, esse traz uma caçamba para os obuses. Kit 1/72, item 713.

  • Tanmodel

Desde o RF-84 a Tanmodel turca tem estado quietinha, mas a espera rendeu frutos: aqui está o novíssimo Sukhoi Su-27K/Su-33 na 1/32. Massivo, o kit 3333 vem com 662 peças plásticas, 4 partes metálicas e mais de 60 photo-etcheds. Não há muitos detalhes sobre as cargas, mas elas incluem mísseis R-73 e R-27. O canopy, asas, superfícies de controle, freio aerodinâmico e elevadores são posicionáveis, bem como a sonda de reabastecimento, asas e elevadores podem ser mostrados em posição de voo ou de hangaragem!

  • Zvezda

A série Gustav foi a mais numerosa dos caças Messerschmitt Me-109. Dentro dela encontramos o G6 que passou a ser equipado com novas metralhadoras de 13mm MG-131 que exigiram um bulbo de ambos os lados do capô para comportar os novos tambores de munição. Escala 1/48, 4816.

O Pz.Kpfw.IV Ausf.H é a mais nova peça na linha da Zvezda: composto de 545 partes, o blindado alemão é o item 3620.


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


About the Author

Engenheiro de computação formado na UFES e com diversos cursos na área de redes e tráfego de dados, absolutamente louco por carros, aviões, trens, tanques, caminhões, história e estratégia. É o braço técnico da UdK.



Back to Top ↑