Técnicas

Published on novembro 29th, 2018 | by Bruno Barros

0

Escalas: o que você precisa saber?

Preâmbulo sobre as escalas

As escalas sempre estiveram presentes na história da humanidade: desde sempre, delimitávamos e desenhávamos territórios de caça e pesca em pedras (pintura rupestre) ou em madeiras. Dessa forma, já se utilizava a representação territorial reduzida em alguma escala de forma primitiva. Esses desenhos foram os primeiros mapas da humanidade, dando início à cartografia (ciência da representação gráfica da superfície terrestre, tendo como produto final o mapa ). Há também quem diga que neste período, algumas pinturas rupestres eram baseadas em maquetes feitas de blocos de argila.

A partir daí, mapas e maquetes passaram a ser intensamente utilizados em muitos setores como transporte, educação, estratégias militares e também no mundo dos hobbies(e é aqui que reside o nosso foco). Pegaremos esse gancho em nosso blog para mostrar o que é, como interpretar e calcular uma escala.

O que é a tal escala?

Antes de entrar na definição da escala, vamos dar uma olhada  para o conceito de tamanho. O tamanho real é (segundo o dicionário) a grandeza que mede a extensão física que as coisas apresentam. Agora que sabemos o que é um tamanho, podemos dizer que TODOS os objetos concretos(que possuam uma existência física) têm um tamanho definido. Há inúmeras formas de representar seus tamanhos, sendo que as principais são o Sistema Métrico(usado em quase todo o mundo) e o Sistema Imperial(usado em países de cultura britânica). Para nós, o importante não é a medida em que expressamos um objeto em si, mas sim, o fato de que nem todos os objetos podem ser demonstrados em seu tamanho real; por isso, é preciso de uma escala apropriada para cada situação, podendo ser uma escala de redução(mais comum), ou de ampliação.

Do ponto de vista estritamente matemático, a escala, nada mais é que uma fração, ou razão. Nesse caso, os números separados pelo “:” ou “/” mostram a proporcionalidade entre o objeto original e o novo. Como já pode imaginar, uma escala pode ser de 3 tipos: natural, ampliação ou redução, dependendo do que a pessoa desejar.

A escala que menos usaremos é a escala natural, pois ela representa um objeto em seu tamanho real(como deve imaginar, é meio impraticável para a gente desenhar um navio, avião, automóvel ou blindado assim). Geralmente é muito útil para desenho de peças.

Por sua vez, a escala de ampliação é usada para representação de objetos muito pequenos a olho nu(ou mesmo invisíveis).

Já a escala mais comum de nós vermos como modelistas é a escala de redução(quando representamos objetos menores do que eles são na vida real).

Interpretando uma escala

A interpretação da escala não chega a ser complicada, ainda que seja crucial para o entendimento do que faremos com ela a seguir.

No exemplo, estamos trabalhando com a escala 1/350(comumente usada para embarcações). Nesse caso,  um navio que tenha um metro de comprimento real, teria (nessa escala) 350m.

No caso de uma escala de ampliação, digamos de 2:1, um objeto real de 6 metros de extensão, representa um objeto que tem, originalmente, 3 metros. Espero ter me expressado de maneira clara até agora. Pois as próximas seções serão um pouco menos leves.

Como calcular escalas

Essa é fácil: tendo uma dimensão real e a nova dimensão desejada, basta fazermos uma simplificação de frações para obter a escala. Vamos a um exemplo?

escalas

Imaginemos um T-55 real. Ele mede 9 x 3,1 x 2,4 (comprimento x largura x altura, em metros, contando com a arma principal). Se quisermos reduzi-lo para a escala 1/72, basta que dividamos todas as dimensões por “72”, ou seja, ele teria 0,125 x 0,043 x 0,033 metros. Se quisermos uma ampliação, basta multiplicar as dimensões pelo fator de ampliação desejado. Simples, não é?

Para descobrir uma escala, conforme dito no primeiro parágrafo dessa seção, basta uma simplificação: Se nosso T-55 tem 9m de comprimento e a miniatura dele tem 0,26m, simplificando o novo comprimento, pelo comprimento original, descobriremos que a escala é 1/35.

Migração entre escalas

Aqui é que a gente precisa ter um pouco mais de atenção, afinal estamos lidando com um objeto cujas dimensões foram previamente modificadas. Vamos mudar de exemplo dessa vez: imagine um navio cujas dimensões na escala 1/700 são: 30,14 x 3,99 x 1,19(comprimento, boca e calado em centímetros). Por um acaso, trata-se do encouraçado da classe Kongo, usado na IIGM pela Marinha Imperial Japonesa.

escalas

Nesse caso, faremos um exemplo de ampliação e redução.

a)Ampliando

Caso você deseje construir esse navio na escala 1/200, que dimensões ele teria? Para isso, só um pouco de matemática fundamental resolve:

escalas

Vamos então usar a última fórmula em nosso exemplo:

escalas

Se quiser fazer a prova, basta pegar o comprimento original de uma embarcação da Classe Kongo e dividir por 200: 

escalas

medida em decâmetros, ou seja 21,1 dam = 211 m

E duzentos e onze metros é, aproximadamente o comprimento original da embarcação japonesa(pode haver pequenas variações por conta de arredondamentos e simplificações).

b)Reduzindo

Aqui, o raciocínio não muda: agora desejamos que o nosso Kongo tenha escala 1/1200(partindo da mesma miniatura na 1/700):

escalas

medida final em centímetros

Finalização

Essa matéria teve como objetivo falar com você, leitor, sobre o que são as escalas e como podemos usá-las no modelismo.

Ainda que, conforme dito anteriormente, a escala seja apenas uma razão matemática, é importante que saibamos lidar com elas se resolvermos entrar na área dos dioramas e, principalmente, no mundo do scratchbuilding, afinal teremos de pegar peças, plantas e esquemáticos a fim de alterá-los(ou criá-los), usando escalas nem sempre disponíveis no mercado.

Até a próxima!

PS: essa matéria começou a ser escrita em 2015…rs

Referências

http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/GeografiaFisica/Cartografia/

http://www.brasilescola.com/geografia/escalas.htm

http://joinville.ifsc.edu.br/~fernando.guesser/research/Desenho_Tecnico/Volume%203/aula23.pdf

https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/tamanho/

http://www.tanks-encyclopedia.com/coldwar/USSR/soviet_T-55.php


Gostou da leitura? Dê uma passada na Loja da Usina dos Kits, confira dezenas de produtos para a prática do plastimodelismo e adquira já o seu!


Tags: , , ,


About the Author

Engenheiro da Computação. Especialista em Infraestrutura de Redes de Computadores em Ambientes Corporativos de TI. Um dos fundadores da Usina dos Kits ; )



Back to Top ↑